Mundo

EUA ganham a primeira agência de modelos exclusiva para transexuais

Com sede em Bangkok, na Tailândia, a Apple Model Management abriu um escritório em Los Angeles e já representa seis modelos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

As modelos transexuais estão ganhando cada vez mais espaço nas passarelas e nos editorias de revistas, ajudando a quebrar paradigmas e esclarecer possíveis dúvidas sobre identidade de gênero. Prova disso é que os Estados Unidos acabam de anunciar uma nova agência de modelos responsável por administrar apenas carreiras de transexuais.Com sede em Bangkok, na Tailândia, a Apple Model Management abriu um escritório em Los Angeles e já representa seis modelos.

"A verdade é que o mundo vem abrindo as portas cada vez mais para essas mulheres, e nossa previsão é colocar novos rostos nas próximas temporadas do fashion week. É evidente que as mulheres trans estão ganhando um merecido lugar de destaque no mundo do entretenimento e da moda", explicou o diretor da agência Cecília Asunción em um comunicado oficial.

Nos últimos anos, mulheres trans com visibilidade na mídia como a ex-atleta Caitlyn Jenner mostram que é preciso lutar contra a transfobia.No universo da moda, algumas notícias são animadoras: a modelo trans Lea T, por exemplo, foi contratada em 2010 pela Givenchy e hoje tem um contrato com a Redken, a primeira marca de beleza a colocar uma transexual como embaixadora mundial. Veja abaixo imagens de modelos trans em campanhas publicitárias e nas passarelas: