Carros

Evite multas: veja o que a legislação determina sobre o uso de películas veiculares

Películas atuam contra os raios UV e na prevenção de roubos ou furtos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Você sabia que as películas veiculares são consideradas dispositivos de segurança? Esse item atua contra os raios UV e na prevenção de roubos ou furtos. Para optar por colocar película no seu carro, você precisa ficar atento as determinações do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) e do Código de Trânsito Brasileiro para evitar multas. O Doutor Multas apontou as principais informações sobre o assunto.

De acordo com a resolução n° 254 do CONTRAN, a transmissão luminosa não poderá ser inferior a 75% para os vidros incolores dos para-brisas e 70% para os para-brisas coloridos e demais vidros indispensáveis à dirigibilidade do veículo. Para vidros que não interferem nas áreas envidraçadas indispensáveis à dirigibilidade do veículo, a transparência não poderá ser inferior a 28%.

Foto: divulgação / Doutor Multas
Na hora de comprar e colocar a película, você precisa ficar atento aos tipos e escolher a que mais atende ao seu objetivo, comprar de uma marca de qualidade e buscar um profissional fazer a aplicação. A vida útil das películas pode ser de no mínimo cinco anos e no máximo 15 anos.

Tipos de película de controle solar

Existem diferentes tipos de películas solares, que também desempenham funções diferentes. Confira os tipos de películas/insulfilm e suas vantagens:

Básico: esse é o Insulfilm mais comum em veículos no Brasil. Esse modelo está oferecido em diferentes graus de transparência (que variam entre 5% e 35%). Por não oferecer proteção contra luz ou calor, desempenha, sobretudo, um papel estético e aumenta a privacidade dentro do veículo.

Avançado: a qualidade desse Insulfilm, quando comparado ao anterior, é maior. A transparência pode variar entre 5% e 50% e exerce proteção contra raios solares. Também auxilia no equilíbrio térmico do automóvel, controlando a entrada de calor.

Insulfilm de segurança: esse tipo de película é mais espesso que os demais e desempenha a função principal de proteger o veículo contra tentativas de roubo. Em caso de acidentes, também protege contra o estilhaçamento dos vidros.

Película de para-brisas: considerada por especialistas como a melhor película para automóveis, bloqueia a ação dos raios ultravioleta e auxilia a manter o equilíbrio térmico do veículo com eficiência. A transparência pode chegar a até 75%.



Multas por uso de películas


O Artigo 230 do CTB estabelece que o mau uso de películas pode gerar multas. Conduzir o veículo com vidros total ou parcialmente cobertos por películas refletivas ou não, painéis decorativos ou pinturas é considerado uma infração grave. O motorista é multado, no valor de R$ 195,23, e o carro pode ficar retido até a regularização do item.