Arte e Decoração

Faça você mesmo: cinco dicas para revolucionar a decoração da sua casa

Mudar as cores, as vestes e investir em galery wall são algumas das opções

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Quer otimizar as horas extras em casa? Uma opção é fazer pequenas transformações nos cômodos para deixar os ambientes de cara nova. Para te ajudar nisso, o designer de interiores e apresentador Henrique Freneda e as arquitetas Karina Korn e Pati Cillo separaram algumas dicas. 

Foto: Eduardo Pozella

1. Mudança no layout

Muitas vezes, uma simples alteração dos móveis já é capaz de compor novos ares no décor. Na sala de estar, experimente trocar a posição do sofá – contanto que não atrapalhe a visão da TV, por exemplo.

A mesa de centro pode ser reposicionada para uma das laterais do sofá, liberando espaço para acompanhar uma aula de meditação em um canal do YouTube e assumir outras funções, como receber um arranjo de flores ou uma luminária para uma cena mais intimista à noite. “No jantar, avalie a possibilidade de reposicionar a mesa de forma que a circulação não seja interrompida”, destaca Pati Cillo.

2. Aposte em um galery wall para chamar de seu

Que tal criar um gallery wall? A arquiteta Pati Cillo é fã da possibilidade de escolher quadros de diversos tamanhos e estilos para apostar em posicionamentos simétricos e, até mesmo, assimétricos a fim de expressar nos ambientes os gostos pessoais e artísticos dos moradores. “É possível reunir quadros que estavam espalhados pela casa para compor um espaço próprio e com personalidade. A regra principal é ativar a inspiração. Não tem erro”, salienta Pati Cillo.

Para essa montagem, algumas recomendações valiosas:

- Considere instalar o quadro em uma altura de 1,60 m do chão;

- Antes de fixar, a marcação com um lápis é essencial para, depois de colocado, não existir aquela sensação de quadro torto na parede;

- Simule a colocação dos quadros ao colar papéis – que podem ser aqueles que estão guardados em casa – recortados na dimensão exata e colado com fita adesiva nas paredes;

- Se não houve uma furadeira para a fixação da bucha e parafuso ou mesmo se a ideia não for furar com prego, fitas dupla face ou ganchos adesivos são soluções práticas para a questão;

- Apoiar quadros em móveis é tendência e fica perfeito também.

Foto: Luis Gomes

3. Pinceladas de tinta levam alegria para as paredes

Repensar a casa é uma ótima oportunidade para eleger uma parede que receberá novas cores. “Já imaginou sair dos tons mais sóbrios e escolher algo vibrante?”, indaga o designer de interiores Henrique Freneda. Você também pode fazer um mix de cores,   produzindo um esquema de ‘meia parede’.

Ao decidir pela parede que será mudada, a dica é investir em latas pequenas, evitando o desperdício, além de fitas e forração para não manchar o piso. Rolo e pincel devem ser limpos corretamente para serem utilizados em uma próxima vez.

4. Papel de parede: mudança rápida e de grande efeito

Um dos recursos mais versáteis são os papéis de parede, que podem ser aplicados com os mais diversos estilos. Para aplicar, tutoriais disponíveis no YouTube demonstram o passo a passo para não errar na tarefa. Para comprar sem sair de casa, muitas lojas online não só vendem os modelos como orientam no cálculo do material.

5. Almofadas, tapetes e porta-retratos têm o poder de renovar o ambiente

Na decoração, alguns elementos são perfeitos para surtir aquele efeito rápido de mudança. “Eu adoro a força que as almofadas evidenciam na decoração”, reflete a arquiteta Karina Korn.

Você pode mudar as 'vestes' das almofadas do sofá ou da cama para cores mais fortes ou sóbrias. “Caso você não tenha capas para trocar, fica fácil e acessível fazer pedidos em lojas online”, ressalta a profissional.

Porta-retratos também são muito bem-vindos. Aproveite para rever os álbuns de fotos reveladas e escolher registros para decorar o rack da sala ou a cômoda do quarto. 

Foto: Celina Germer

6. Invista no verde 

Coloque plantas na sua decoração. A Urban Jungle, tendência millenial que resgata a essência da natureza para as moradas, colabora para essa necessidade tão relevante do ser humano pelo natural. 

Assim, eleger algumas espécies que já estão em casa é o caminho. “Uma samambaia, por exemplo, merece um ganchinho para pendurar na parede, que ganhará beleza com a folhagem que cai do vaso. É possível também eleger alguns vasinhos para a mesa da sala de jantar, por exemplo”, destaca a arquiteta Pati Cillo.  

*Fontes: 

Karina Korn, arquiteta do escritório Karina Korn Arquitetura;

Pati Cillo, arquiteta do Pati Cillo Arquitetura; 

Henrique Freneda, designer de interiores e apresentador