Tecnologia

Facebok e Instagram proíbem venda de animais vivos

Confira a lista completa de todas as comercializações proibidas das redes sociais

Redação iBahia (redacao@portalibahia.combr)

A venda de animais vivos, seja de estimação ou voltado para pecuária, está proíba das redes sociais. Em um documento liberado no domingo (19), o Facebook também  reforçou a proibição de ofertas de drogas ilegais, prescritas ou recreativas, bebidas alcoólicas, armas e munições e jogos relacionados a jogos de azar.

A rede social também ressaltou que pelos e peles de animais também não podem ser vendidos naquele ambiente virtual. Veja a lista completa do que está permitido ou não ser comercializado:


O que não pode ser vendido:
    Animais vivos;
    Animais de estimação;
    Animais para pecuária;
    Partes de animais, como peliça, pele ou pelo de animal.

O que pode ser vendido:
    Jaulas para animais;
    Produtos para animais, como brinquedos e coleiras;
    Serviços veterinários;
    Cuidados Pessoais;
    Serviços de embarque.

As regras valem para as diversas áreas do Facebook, como:
    Marketplace (que reúne ofertas de pequenos vendedores);
    grupos de compra e venda;
    nas seções de comércio eletrônico de Páginas;
    nas publicações de produtos no Instagram Shopping.