Tecnologia

Facebook vai proibir anúncios de Bitcoin

Objetivo é acabar com propagandas enganosas associadas a práticas ilícitas

Agência O Globo
- Atualizada em

"Aproveite o dinheiro da sua aposentadoria para comprar bitcoin". Se o convite parece arriscado... é porque é. A frase é um exemplo de anúncio fraudulento que o Facebook vai começar a combater em sua rede social.

A empresa anunciou nesta quarta-feira a probição de anúncios de produtos financeiros assoricados à práticas ilícitas, como como opções binárias, criptomoedas e ofertas iniciais de moedas (ICO's, na sigla em inglês).

Segundo nota da empresa, publicada em seu blog na rede social, esta política faz parte de um trabalho maior para detectar práticas de publicidade enganosas – e será ampliada para o Instagram.

Foto: Reprodução

De acordo com o texto, a intenção é que os usuários continuem a conhecer novos produtos e serviços por meio de anúncios do Facebook, "sem medo de golpes ou decepções".

"Esta política faz parte de um esforço contínuo para melhorar a integridade e a segurança de nossos anúncios, e para tornar mais difícil para os golpistas se beneficiarem da presença no Facebook", conclui o texto.

O bitcoin é uma moeda digital que não está sujeita a regulações de nenhum governo ou banco central. As transações são feitas digitalmente, sem nenhum banco intermediar. Como o dinheiro em espécie, o bitcoin permite que os usuários gastem ou recebam os recursos de forma anônima, ou em grande parte anônima, através da internet. Milhares de computadores no mundo validam transações e adicionam novos bitcoins ao sistema. Existem outras moedas digitais, mas o bitcoin é a mais popular.