Educação

Falha no site do Sisu permite que estudantes acessem inscrições de outros candidatos

Nas redes sociais, há relatos de casos como esse desde o início da semana

Gisele Barros e Letícia Lopes*, da Agêcia O Globo

Estudantes que tentam uma vaga em universidades públicas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) relataram estar enfrentando mais um problema na hora de fazer suas inscrições: ao acessaram o site do sistema com seus dados, acabam direcionados para as inscrições de outros candidatos.

Foto: Reprodução
Nas redes sociais, há relatos de casos como esse desde o início da semana. Os vestibulandos temem que pessoas má intencionadas tenham acesso às opções de cursos deles e que modifiquem suas inscrições.

Morador de Timbaúba, em Pernambuco, Vitor Augusto Cruz, de 18 anos, passou pelo problema. Ela se inscreveu para Ciências Contábeis nas universidades federais de Pernambuco e da Paraíba, mas ao entrar no site do Sisu, viu a inscrição de uma menina que pretende cursar Enfermagem ou Direito na Universidade Federal do Maranhão.

— Minha única reação foi alertar outras pessoas sobre o que estava acontecendo, para que eles prestassem atenção se não estavam logados na conta de outra pessoa ou se suas escolhas de cursos não foram canceladas ou trocadas — relatou.
Foto: Reprodução
Vitor terminou o ensino médio em 2017 e também tentou uma vaga no ensino superior em 2018. Segundo ele, há um ano não enfrentou nenhum problema como esse.

Ao realizar uma pesquisa no Twitter sobre o assunto é possível conferir internautas relatando que passaram pelo mesmo problema em edições anteriores do Sisu, como nos anos de 2018, 2013 e 2011.

A estudante Maria Laura Morais, de 22 anos, também passou por problema semelhante. Moradora de Juiz de Fora, em Minas Gerais, a jovem se inscreveu para os cursos de História da Arte na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Bacharelado Interdisciplinar em Ciências Humanas na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). No entanto, ao entrar no site do Sisu na noite desta quarta-feira para verificar as notas de corte, ela foi direcionada ao perfil de uma candidata que sequer havia se inscrito.


— Como não havia inscrição em qualquer curso e eu ainda não tinha logado, pensei inicialmente que seria algum tipo de página "demonstrativa", que teria aparecido por falha do sistema. Mas aí percebi que tinha o nome de uma outra pessoa, Eloisa, com número de inscrição diferente do meu. A primeira reação foi de espanto, não consegui entender como aquilo foi possível — contou.

Procurada, a assessoria do Ministério da Educação (MEC), ainda não se pronunciou sobre o caso.

Problemas de acesso no primeiro dia

O primeiro dia de inscrições também foi marcado por problemas de acesso ao site do Sisu. Muitos candidatos se queixaram de não conseguirem abrir a página do participante. Segundo o MEC, os problemas na página decorreram do grande volume de acessos:

"O sistema, que nas edições anteriores, recebia de 25 a 30 mil acessos simultâneos, registrou hoje (terça-feira) picos de até 350 mil acessos simultâneos", disse o ministério em comunicado.

*Estagiária sob supervisão de Leonardo Cazes