Educação

Feriados prolongados: como se organizar para estudar?

Professores dão dicas de como manter o ritmo com a quebra na rotina de estudos

Redação Dino


O ano de 2020 chegou e trouxe com ele 11 feriados nacionais, sendo que 8 deles poderão ser prolongados por caírem, em sua maioria, na sexta ou na segunda-feira. O dia da Proclamação da República, 15 de novembro, é a única data que cai em um final de semana. Com isso, os estudantes precisam se organizar para manter o ritmo dos estudos e ainda aproveitar a folga dos feriados.

O coordenador da Secretaria de Cursos do Colégio Sigma, Marcelo Oliveira, conta que os jovens precisam ter foco, disciplina e organização para não acumular os conteúdos. "Não existe o tempo ideal para estudar. O aluno precisa encontrar o equilíbrio entre o descanso e o estudo". Segundo Marcelo, o ideal é que o estudante se dedique logo no início do ano, quando ainda não está cansado e com a cabeça "mais fria".

Na escola, a equipe de coordenadores e orientadores realiza um trabalho em conjunto com os estudantes, principalmente com os que estão se preparando para o Enem e para a última etapa do PAS/UnB. Eles criam um calendário para ajudar a organizar a rotina. "Nós conversamos com esse jovem e identificamos em qual universidade deseja estudar e o curso de interesse. Se for, por exemplo, uma carreira que possui alta demanda de interesse, indicamos mais intensidade nos estudos e o ajudamos a se organizar, mas sempre prezando pelo bem-estar do aluno", aponta Marcelo.

Foto: reprodução
Além disso, em 2019, os professores de História, Automagno Silva, e Redação, Eli Guimarães, promoveram a palestra "Aprendendo a aprender" para os alunos. Automagno conta que o objetivo do evento foi ensinar os jovens a otimizarem as horas de estudo, esclarecendo técnicas em que possam estudar mais em menos tempo. "Nós apresentamos para eles diversas técnicas que podem ajudar, entre elas a Pomodoro, em que se realiza 4 ciclos de estudo de 25 minutos, intercalando com 5 minutos de descanso", comenta. Segundo o professor, o método ajuda aqueles estudantes que têm mais tendência à procrastinação, obrigando-os a treinar e exercitar a capacidade de concentração. "O caminho para a aprovação é estudar focado", afirma o professor de História.

Para Marcelo e Automagno, as folgas nos feriados podem ser ideais para colocar em dia o que está atrasado e revisar uma matéria em que tenha mais dificuldade. "É preciso manter um ritmo de estudos para reforçar a memória de longo prazo. Se o aluno tiver uma rotina desde o início do ano, ao final não precisará revisar tantos conteúdos", finaliza Automagno.

Confira outras dicas importantes:

1- Tenha uma agenda ou um calendário para se organizar


Marque, na agenda ou no calendário, todos os acontecimentos importantes: provas escolares, datas dos principais vestibulares e exames do país em que tenha interesse, eventos internos da escola e outros. Tudo que for importante durante o ano letivo deve estar anotado e à vista, para que a data não passe despercebida.

2 - Preste atenção às aulas e dedique algumas horas de estudo em casa

É importante que o aluno chegue a sua casa e revise a matéria dada em sala de aula naquele dia. A memória ainda está bem presente e a chance de fixar o conteúdo é maior. No dia seguinte, caso exista alguma dúvida, poderá tirar com o professor em sala ou nos plantões de estudos da escola. É essencial que o estudante não deixe a matéria acumular, pois não será possível colocar tudo em dia na véspera das avaliações.

3 - Dedique mais tempo aos conteúdos nos quais tenha mais dificuldade

Todo mundo sabe que é mais fácil e melhor estudar e ler aquilo em que tenha mais interesse, porém é necessário que o aluno tenha disciplina para separar algumas horas dentro do tempo de estudo para dar atenção aos temas em que tenha mais dificuldade. Cada um tem seu tempo para absorver o conteúdo, se deixá-lo acumular só porque não gosta ou acha complicado, é muito pior.



4 - Faça resumos e resolva as provas de exames de anos anteriores

Pode parecer uma sugestão batida, mas é preciso reforçar que toda anotação feita em sala de aula pode ajudar na hora do estudo e que refazer as provas de anos anteriores ajuda a revisar conteúdos, entender o estilo da avaliação e ainda controlar o tempo de prova.

5 - Atualize-se sobre o que está acontecendo no mundo diariamente

Atualmente, o acesso à informação está mais fácil. Procure criar o hábito da leitura. Além de enriquecer o vocabulário, ajuda o aluno a criar argumentos e a ter senso crítico para elaborar um texto. Além disso, hoje existem diversos podcasts e conteúdos interativos na internet que podem ser aliados no momento do estudo.

6 - Tenha um tempo para descansar

Procure fazer intervalos após um longo período de estudo para se alimentar e descansar. A mente precisa de descanso para assimilar tudo o que foi estudado. E, nos finais de semana, reserve um tempo para passar com a família ou com os amigos; caso queira ou precise estudar, não utilize a mesma carga horária da semana.

7 - Estudar fora do Brasil

Para os alunos que têm interesse em estudar fora do país, é necessário ficar atento aos calendários das universidades estrangeiras. A maioria das instituições exige que os alunos enviem seus documentos com antecedência. Então, é importante se organizar para que tenha tudo em mão a tempo e não perca um prazo por conta de um feriado nacional, quando os Correios, por exemplo, não funcionam.