Saúde

Foliculite pode ser um problema comum no verão; saiba como evitar

Número maior de depilações e propensão para infecção na estação aumentam o risco

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O encravamento dos pelos é uma questão comum à todas as pessoas que possuem o hábito de se depilar. O problema acontece quando o pelo não consegue romper a pele para crescer, inflamando a região e gerando a foliculite. O verão é outro agente que agrava esse incômodo, que pode ser evitado, seguindo algumas regras. As recomendações são da fundadora do instituto Pello Menos, Regina Jordão.

“Procure esfoliar a pele três dias antes do procedimento, isso remove as células mortas da derme, ajuda o processo depilatório e evita o risco de infecção”, comenta. Além disso, durante o verão, a alta exposição ao sol, o ressecamento da pele e a umidade recorrente do suor favorecem a inflamação dos poros, que carecem de mais higiene e nutrição.

Para evitar o problema, é fundamental não usar roupas apertadas, manter uma rotina saudável de esfoliação e ter a pele sempre hidratada. “O ideal é esperar por volta de umas 24 horas para fazer a hidratação ou usar desodorante com álcool nas axilas após a remoção dos pelos.”, acrescenta Regina.