E. C. Bahia

Goleiro admite limitações no Bahia e pede raça em campo: "tem que ser no peito, na camisa"

Marcelo Lomba, que é um dos líderes da equipe, chegou a declarar que não vai fugir da responsabilidade

Redação Correio24h

A fase vivida pelo Bahia no Campeonato Brasileiro não é nada fácil. Na 16ª posição da tabela, com apenas um ponto de distância para a zona de rebaixamento, o time baiano não pode nem cogitar perder pontos na competição. Neste domingo (24), às 18h30, o Tricolor terá um confronto direto com a Portuguesa, 13ª colocada, que também luta para ficar cada vez mais longe do fantasma da segunda divisão. O confronto, que será realizado na Arena Fonte Nova, pode colocar o time baiano no Z4 ou afastá-lo um pouco mais do perigo da queda.


Leia mais

Venda de ingressos atrasa e revolta torcida do Bahia na Fonte Nova


Para o goleiro Marcelo Lomba, cada jogo deve ser analisado como uma batalha, onde o clube tem como adversários os próprios clubes rivais e o nervosismo dos atletas. "A primeira batalha (contra o Náutico) já passou. Domingo tem mais e o jogo vai ser tão importante quanto, então temos que ter a mesma dedicação. Às vezes nós temos  limitações, até por conta do nervosismo, mas todo mundo está nessa situação. Tem que ser no peito, na camisa", disse em entrevista ao Correio24Horas.


Os ingressos para o confronto entre Bahia e Portuguesa foram colocados à venda nesta quarta (20). No primeiro dia de vendas, apenas sócios poderão adquirir os bilhetes nos balcões Ticket Mix e nas bilheterias do estádio. Nesta quinta, todos os torcedores poderão adquirir as entradas para o jogo. O ingresso mais barato custará R$10 (meia).


Matéria original: Correio24Horas

Goleiro admite limitações no Bahia e pede raça em campo: "tem que ser no peito, na camisa"