Tecnologia

Grana curta? Sete celulares de até R$ 500 que valem o preço

iBahia trouxe uma lista definitiva para você que quer registrar bons momentos e se comunicar, mas sem apertar o bolso no final do mês

David Silva* (david.silva@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Hoje em dia, é quase impossível viver sem um dispositivo em mãos para se comunicar, seja com o trabalho, conversa com amigos ou para marcar aquela saída com o crush. Mas, normalmente, muita gente não tem condições de comprar um iPhone 8 ou um Galaxy S9, por exemplo, o que afasta os possíveis compradores na hora da escolha de um aparelho.

Pensando nisso, o iBahia trouxe uma lista definitiva para você que quer registrar bons momentos e se comunicar, mas sem apertar o bolso no final do mês. Ah, não esqueça de conferir a nossa outra lista: iBahia avalia quatro smartphones entre R$ 1 mil e R$ 1,5 mil.

Confira a nossa seleção:

Foto: Reprodução

Faixa de preço: R$ 499

Um dos smartphones mais conhecidos da ASUS é o Zenfone GO. Por ser um celular robusto para o preço, ele consegue entregar uma boa performance, mas sem pesar no bolso. Seu processador é o Snapdragon 410, que trabalha com quatro núcleos e 1 gigabyte de memória RAM, combinação administrada pela ZenUI (sistema personalizado do Android 5.1.1) e que oferece uma boa fluidez na hora de alternar entre as aplicações e rodar jogos mais pesados. Em testes realizados, ele ficou na frente de celulares concorrentes com o mesmo processador, como o Xiaomi Redmi 2.

A capacidade da bateria é de 2600 mAh, que garante uma boa autonomia ao longo do dia. Testes realizados pelo Tecmundo indicam que esse valor, somado ao processador, entrega algo em torno de 7 horas de tela com vídeo aberto.

O design é de plástico com aparência de metal escovado, que confere um visual "premium" para o aparelho. Além disso, a sua câmera de 8 megapixels consegue tirar boas fotos quando o ambiente possui luz natural.


Foto: Reprodução

Faixa de preço: R$ 450

A Motorola tem produzido bons celulares com preços competitivos, e é justamente para o nicho dos smartphones de entrada que ela lançou o Moto C Plus. O seu processador é o Cortex-A53 MediaTek MT6737, capaz de rodar muito bem boa parte dos aplicativos do dia-a-dia, como WhatsApp, Facebook, Twitter, YouTube e Instagram. O visual não é muito bonito e a câmera também não ajuda muito no design, mas isso é secundário.

Um ponto positivo é o sistema operacional, que vem completamente limpo já de fábrica (sem aqueles aplicativos que entopem a memória do aparelho). Ele possui 1 gigabyte de memória RAM e 8 GB de memória interna (expansível até 32 GB). A tela de 5 polegadas é capaz de oferecer uma boa qualidade de exibição de fotos e vídeos, mas nada espantoso. Ah, por falar em foto, ele conta com câmera de 8 megapixels, além de um flash LED para dar aquela ajudinha em fotos noturnas.

Foto: Reprodução

Faixa de preço: R$ 400

O LG K5 é uma das apostas da LG para o mercado de celulares "baratos". Em comparação a todos os outros os aparelhos da lista, ele fica um pouco atrás quando o assunto é desempenho. Mesmo assim, ele possui um bom processador para funções simples, como enviar mensagens no WhatsApp e abrir o Facebook, o Cortex-A53 MediaTek MT6735 - ele perde para o processador encontrado no Moto C, que é da mesma linha, mas tem um pouco mais de potência.

O design é um dos mais bonitos dentre todos os da lista, com uma capa de plástico que simula aço escovado. A sua tela é de IPS LCD, com 5 polegadas, mas a resolução nativa é de 480 x 854, o que confere uma baixa qualidade de imagem para fotos e vídeos. A qualidade da câmera é de 5 megapixels e a abertura é de 2,8f, o que apresenta uma tonalidade escura às fotos (mas, tiradas em ambientes com boa iluminação natural, elas não ficam tão ruins).

Foto: Divulgação

Faixa de preço: R$ 499

A Quantum já está presente no país há algum tempo, mas pode causar certa estranheza para alguns consumidores (apesar da marca ser nacional). Mas pode ficar tranquilo, pois o MUV PRO é, com certeza, um dos melhores smartphones da lista. Com seu corpo com acabamento metálico, o design é bem feito e cabe perfeitamente no bolso, mesmo com suas 5.5 polegadas. O processador é o MediaTek MT6753, que trabalha muito bem com os 2 gigabytes de RAM oferecidos pelo aparelho - um recorde para o preço.

A câmera traseira é de 16 megapixels e a abertura é de 2.2f, o que pode prejudicar em fotos noturnas. Outro ponto que chama a atenção é a bateria, que tem valor acima da média para um aparelho nessa faixa de preço: 2800 mAh. Com esse valor, é possível que você passe o dia inteiro sem precisar de uma tomada.

Foto: Divulgação

Faixa de preço: R$ 350

A Alcatel já tem um público cativo no país e não tem dificuldade em penetrar cada vez mais no mercado. Mesmo com quase 2 anos de lançado, o POP 4 consegue atrair não só pelas configurações, mas pelo seu design charmoso.

A conquista já começa na embalagem: junto com o smartphone, o pacote vem com mais três capas extras, sendo duas delas com acabamento que lembra madeira. O processador é o Snapdragon 210 (que já foi descontinuado), o que pode oferecer alguns engasgos na hora de utilizar. Contudo, os 1,5 gigabytes de RAM, conseguem segurar as pontas. A câmera é de 13 megapixels, mas a qualidade da imagem não é tão legal. Havia, antes, um problema de memória, que foi resolvido com a atualização para o Android Nougat, que permite a instalação de aplicativos no cartão de memória.

Para o preço, é um excelente aparelho.

Foto: Divulgação

Faixa de preço: R$ 480

A linha Redmi é, com certeza, uma das mais procuradas em sites estrangeiros de compra como o Gearbest e Aliexpress, mas saiba é possível comprar em terras tupiniquins, sem maiores dificuldades, através do MercadoLivre (confira a reputação do vendedor!). O preço do celular é de entrada, mas as configurações são de intermediário. Ele vem com um processador Snapdragon 425, que trabalha em perfeita harmonia com os 2 gigabytes de RAM e com a placa gráfica Adreno 308, conjunto que entrega transições suaves e uma boa qualidade gráfica nos jogos.

A tela, de IPS LCD HD, entrega uma boa qualidade de vídeo e imagem nas 5 polegadas presentes no aparelho. A qualidade das fotos também é impressionante, já que os 13 megapixels da câmera conseguem se virar muito bem com a abertura de 2.2f, que limita a entrada de luz.

Foto: Divulgação

Faixa de preço: R$ 399

A marca não é muito conhecida no país, mas o aparelho é vendido por boa parte das lojas brasileiras (o que dá uma certa segurança na hora de comprar). As configurações oferecidas são extremamente competitivas e garantem um bom desempenho do aparelho: o processador é o MediaTek MT6737 de quatro núcleos, que conseguiu bater de frente com concorrentes de peso como o Snapdragon 410, encontrado em muitos aparelhos intermediários. A quantidade de memória RAM também não fica para trás, já que os 2 gigabytes oferecem uma boa estabilidade na hora de rodar aplicações mais pesadas, como o game Modern Combat 5.

A câmera possui 8 megapixels e a sua abertura é de 2.0f, que oferece fotos com maior nitidez mesmo em ambientes escuros. A bateria é de 3000 mAh, que garante que o seu celular vai ficar longe da tomada por um bom tempo.

Sob supervisor do editor-chefe Rafael Sena