Mundo

Grupo ligado à Al Qaeda exige vingança por ataques na Síria

o líder do grupo rebelde, Abi Mohammed al Yulani, afirmou que vão ocorrer ataques nos locais controlados pelo regime

Editoria Notícias
O grupo extremista Frente al Nusra, vinculado à rede terrorista Al Qaeda, pediu vingança pelo suposto ataque com armas químicas do regime sírio, denunciado nesta semana pela oposição. De acordo com o site Uol, ele teria causado a morte de centenas de pessoas na periferia de Damasco, segundo mensagem vinculada neste domingo em um site jihadista.

Em uma gravação divulgada neste domingo, o líder do grupo rebelde, Abi Mohammed al Yulani, afirmou que vão ocorrer ataques nos locais controlados pelo regime "como uma vingança pelo massacre de Guta", uma das áreas próximas da capital, onde opositores e ativistas denunciaram que houve uso de agentes tóxicos.