Mundo

Homem é preso por traficar cobras em pacotes de batata frita

Os animais foram encontrados em encomenda enviada de Hong Kong

Agência O Globo

Um morador de Los Angeles foi preso nesta terça-feira sob acusação de tentar traficar para os EUA três cobras-reais escondidas em potes de batata frita. Os animais foram enviados por um comparsa em Hong Kong, mas a encomenda foi interceptada pela alfândega.

De acordo com a acusação, Rodrigo Franco, de 34 anos, foi indiciado por importar mercadorias ilegalmente. As três cobras, medindo cerca de 60 centímetros cada, foram apreendidas no dia 2 de março.

Três tartarugas de carapaça mole chinesas albinas também foram encontradas na encomenda. A promotoria afirma ainda que, no mesmo dia, Franco enviou um pacote para Hong Kong com seis tartarugas protegidas pela legislação americana.

Foto: Reprodução / Handout - Reuters

Durante interrogatório, Franco admitiu ter recebido anteriormente 20 cobras-reais em duas encomendas, mas todas morreram em trânsito. Se condenado, ele pode ficar até 20 anos na cadeia.

A cobra-real, ou Ophiophagus hannah, é a maior cobra venenosa do mundo, podendo alcançar mais de 6 metros de comprimento. Seu nome científico, Ophiophagus, significa, literalmente, comedora de serpentes, por causa de seus hábitos alimentares. Ela é natural do sudoeste asiático.