Mundo

Homem que fugiu de casamento forçado é encontrado depois de um ano

A história viralizou na rede social chinesa Weibo e levantou a discussão sobre os casamentos arranjados

Agência O Globo

A polícia de Yan'an, na província de Shaanxi, na China, encontrou um homem que estava desaparecido há cerca de um ano, desde que fugiu de um casamento arranjado. O “noivo em fuga”, de cerca de 30 anos, vivia escondido em um prédio abandonado, em condições primitivas. As autoridades chegaram até ele depois de uma denúncia de vizinhos.


A história viralizou na rede social chinesa Weibo e levantou a discussão sobre os casamentos arranjados na China, uma prática ainda comum por lá. Internautas se dividiram entre solidariedade e críticas ao rapaz, cuja identidade não foi revelada.


“Forçar as pessoas para o casamento deve ser proibido por lei”, opinou um internauta. “Poderia ter sido eu”, disse outro. Mas teve gente que desaprovou a atitude do “fugitivo”. “Mesmo que fugindo de família, ele ainda poderia ter um emprego”, comentou um usuário do Weibo.


Segundo informações do site What’s on Weibo, o rapaz já se reuniu com a família.