Mundo

Idoso de 91 anos pode ser condenado à prisão perpétua por tráfico de cocaína na Austrália

A droga estava escondida em 27 barras de sabão e foi levada pelo idoso da Índia para a Austrália

Redação Correio 24h

O cirurgião aposentado Victor Twartz, 91 anos, está sendo investigado por tráfico internacional de cocaína. Twartz foi flagrado com 4,5 kg de cocaína ao embarcar da cidade indiana de Nova Délhi, de volta para casa, em Sydney, na Austrália, no dia 8 de julho.

Na bagagem do idoso, a polícia encontrou 27 barras de sabonetes que testaram positivo para cocaína. O valor estimado da droga está próximo a US$ 1 milhão. Caso seja confirmada a participação do médico no tráfico, ele poderá ser condenado à prisão perpétua.Twartz foi solto após o pagamento de fiança, mas seu julgamento será retomado no dia 6 de outubro. Em entrevista à TV australiana ABC, ele disse ter encontrado pessoas na Índia que havia conhecido pela internet e que recebeu dessas pessoas uma bagagem com presentes que seriam entregues para alguém na Austrália.De acordo com a polícia australiana, o aposentado foi aliciado pelas redes sociais por um grupo organizado. O comandante David Stewart aproveitou para alertar os turistas em relação aos riscos de se tornarem transportadores de drogas. "Não importa a sua idade, você poderá ser vítima de exploração por estes grupos criminosos", disse.

Correio24horas