Caminhos da Bahia

Ilhéus já foi baseada no cultivo do cacau

A piaçava e o dendê também vêm ganhando bastante espaço atualmente na região

Da Editoria de Projetos Especiais
- Atualizada em



Carta Régia de 25 de abril de 1534, confirmada pelo Foral de 26 de agosto do mesmo ano, de D. João III, institui a Capitania de Ilhéus, com 50 léguas de costa e a "mesma largura pelo sertão e terra firme a dentro". Sua sede se localiza na foz do rio Cachoeira, onde as primeiras edificações se erguem no morro de São Sebastião e se espraiam, mais tarde, pelas baixadas de Cachoeira, Itaípe e Itacaucera, até atingirem a lagoa de Itaípe, bem ao norte. A vila de São Jorge de Ilhéus sofre ataques constantes dos aborígenes, havendo ainda divergências entre os próprios colonos. Em 1552, inicia-se a catequese dos íncolas com a chegada do Padre Nóbrega . A Lucas Giraldes, se deve, anos depois, a construção dos 8 primeiros engenhos de açúcar. Em fins do século XVI, Ilhéus sofre ataque de corsários, repelidos pelos nativos e, em 1638, assediam os holandeses a Vila, a mando de Nassau, sendo igualmente repelidos. Nestes episódios, destaca-se a figura de Antônio Fernandes, o "Catuçadas". Em 1723 os jesuítas constróem uma igreja e um colégio.


Criada a Comarca de Ilhéus, torna-se a Vila sua sede, em 1760. Onze anos depois, fazem-se os primeiros estudos para a construção da ferrovia Ilhéus-Conquista. Mais 5 anos e inaugura-se o Serviço de Telégrafo e a primeira Estação Arrecadadora da Província. Em 1835 o homem introduz ali profunda modificação na paisagem com a abertura de um canal ligando as águas do Itaípe às do Fundão, obra que esteve a cargo de um notável engenheiro, Przswodowsky, contratado pelo governo imperial para aquele fim. O objetivo prático da ligação resumia-se em contornar a barra impraticável do Itaípe, o qual, depois de correr na direção norte-sul paralelamente ao litoral, despeja as suas águas a 6 quilômetros ao norte de Ilhéus. Daí por diante toda a produção da próspera várzea poderia ser diretamente levada a Ilhéus. A segunda grande modificação foi o desvio ulterior de parte das águas do Fundão, através de outro canal, para a entrada do estuário, em conseqüência do que veio Ilhéus a perder o seu caráter continental. A 28 de junho de 1881, o Conselheiro João Lustosa da Cunha Paranaguá sancionou a Lei provincial n.° 2.187, que deu a Ilhéus a categoria de Cidade ainda sob a denominação de São Jorge de Ilhéus. 

Principais pontos turísticos/ eventos culturais: Bar Vesúvio, Bataclan, Casa de Cultura Jorge Amado, Teatro Municipal de Ilhéus, Lagoa Encantada


Dados Econômico-sociais

População estimada 2013: 184.616

Área da unidade territorial (km²): 1.760,111

Produto Interno Bruto (PIB): 2,241,975


Principais Atividades Econômicas: Na agricultura, Ilhéus destaca-se como produtor de cacau. Porém a piaçava e o dendê vêm ganhando bastante espaço atualmente. Na indústria, Ilhéus destaca-se em toda a Mesorregião do Sul Baiano por ser um polo de informática e contar com um distrito industrial onde estão instaladas diversas indústrias para manuseio e transformação do cacau. A cidade apresenta crescente desenvolvimento no comércio.


Dados Ambientais (geografia)

Bioma: Mata Atlântica

Clima: Tropical