Mundo

Impedido de entrar em avião, deputado agride seguranças e fica de cueca

Como estava bêbado, foi impedido e agrediu os seguranças. Em seguida, começou a tirar a roupa até ficar só de cueca

Agência O Globo
- Atualizada em

Um deputado boliviano agrediu policiais e tirou a roupa em um aeroporto depois de ser impedido de entrar no avião devido a seu evidente estado de embriaguez, informou a polícia. As imagens do legislador nu inundaram as redes sociais.

Domingo Soto, do partido governista Movimento Ao Socialismo (MAS), tentou embarcar na noite de quarta-feira em um voo de Cochabamba, onde foi realizada uma homenagem às Forças Armadas, para La Paz. Como estava bêbado, foi impedido e agrediu os seguranças. Em seguida, começou a tirar a roupa até ficar só de cueca.

— Eu quero que minha província siga em frente. Eu sou deputado nacional, Potosí — gritou o deputado enquanto era levado pela polícia. O vice-comandante da polícia em Cochabamba, Raúl Grandy, contou para o jornal local "Los Tiempos" que Soto tentou forçar o seu embarque.

— Ele quis entrar no avião e reagiu de uma péssima maneira. Agrediu os policias e ficou nu no meio do aeroporto — disse Grandy. Segundo o site do jornal LaRazón",

Domingo deverá ser investigado pela Comissão de Ética da Câmara dos Deputados. O chefe da comissão, David Ramos, pediu uma punição ao deputado "como nunca se viu" para evitar outros episódios como esse.

— Quem tem que ter a responsabilidade de puni-lo é a Comissão de Ética. Não haverá proteção — disse.