Economia

Imposto de Renda 2019: saiba o que fazer se perdeu a declaração do ano anterior

Número do recibo é necessário para o caso de retificação, mas não é obrigatório para a retirada do documento

Bárbara Nóbrega, da Agência O Globo

Os contribuintes já se organizam para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2019, cujo programa deste ano já está disponível . É importante ter em mãos a declaração do ano anterior, já que conseguir uma segunda via pode não ser um processo tão rápido. Mas o que fazer no caso de ter perdido a declaração do último ano e o número do recibo de entrega?

As soluções possíveis são digitar todos os dados do ano anterior na plataforma atual do IR e fazer uma nova declaração ou ir até um posto da Receita Federal para requerer a Solicitação de Cópia de Declaração. Quem optou pela certificação digital, no entanto, pode obter os dados pelo site da Receita.

Caso escolha a Solicitação de Cópia de Declaração, é necessário agendar o atendimento na unidade da Secretaria da Receita Federal. O contribuinte pode fazer o agendamento por meio do site ou ligar para o telefone 146. Feito isso, basta comparecer ao local portando o CPF e um pen drive, que será usado para armazenar os arquivos dos últimos cinco anos.

A solução é mais simples para quem tem a certificação digital. Basta, no site da Receita, entrar no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte, o "e-CAC". Este permite o acesso a uma série de documentos.

"Para pessoas físicas, a certificação digital custa cerca de R$ 200 e tem validade de três anos. Por meio dela o contribuinte pode, por exemplo, buscar dados de fontes pagadoras da Receita", explica Leônidas Quaresma, auditor fiscal da Receita Federal.

Ele ressalta ainda a importância de guardar o número do recibo de entrega da declaração, pois com ele o contribuinte pode fazer uma declaração retificadora:

"O número do recibo é importante e deve ser guardado para o caso de retificação. Por segurança, esse número não deve ser passado para ninguém. Ele existe para que apenas cada contribuinte, após fazer a declaração original, possa ter acesso a essas informações e fazer alterações".