Mundo

Imprensa internacional repercute facada em Jair Bolsonaro

Caso aconteceu na tarde desta quinta-feira (6)

Agência O Globo

Veículos de imprensa internacional repercutiram o incidente que ocorreu com o candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, atingido por uma facada durante um evento de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais, na tarde desta quinta-feira.



O jornal argentino "Clarín" destacou que o ataque gerou comoção entre os eleitores do candidato, o primeiro nas pesquisas eleitorais depois que a candidatura de Lula (PT) foi barrada pela Justiça Eleitoral. O "El País" ressaltou que "nem no pior momento de sua recente democracia, viu-se um ataque com uma arma contra um candidato no Brasil".

A rede televisão "CNN" na Améria Latina registrou o incidente, publicando também mensagem do filho de Bolsonaro, Flávio, que informou que o corte foi superficial e que o candidato passa bem.



Os jornais americanos"The New York Times" e "Washington Post" também repercutiram o caso. O britânico "The Guardian" destacou que o aumento dos índices de violência e a revolta com escândalos de corrupção no país alavancaram a popularidade do candidato.

A rede de televisão "BBC", destacou que o Bolsonaro teve forte desempenho nas recentes pesquisas eleitorais, e caracterizou o candidato como "um político de extrema direita", que "tem indignado muitos no Brasil com comentários racistas e homofóbicos".



O italiano "Correiere Della Sera" também destacou Bolsonaro como um candidato de "extrema-direita", que lidera as pesquisas eleitorais.

A Polícia Federal (PF) vai abrir inquérito para apurar o atentado ao candidato do PSL. O candidato conta com o serviços de segurança da Polícia Federal. Entre os presidenciáveis, ele foi o primeiro a pedir reforço de segurança da polícia.