Educação

Inep altera gabarito de duas questões do Enem após acusações de racismo

Instituto afirmou que erro no sistema causou publicação errada

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) alterou o gabarito de duas questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O gabarito oficial havia sido divulgado na última quarta-feira (27). As informações são do G1.

A mudança aconteceu após acusações de racismo nas redes sociais. Uma questão apontava como correta a alternativa que dizia que a mulher negra que não alisa o cabelo tem argumentos "imaturos". Já a outra dizia que o Google associava nomes de pessoas negras a fichas criminais por causa da "linguagem", e não do "preconceito".

"A autarquia verificou que uma modificação feita no gabarito após o retorno das provas para o Inep não foi salva no banco de dados. Em função disso, a área técnica providenciou uma revisão no material e o instituto já disponibilizou as versões corrigidas no seu portal", disse o Inep ao G1.