Educação

Inep disponibiliza livros gratuitos para preparação de candidatos ao Encceja

Ao contrário dos livros didáticos, o material trata das competências específicas que serão cobradas no exame

Agência O Globo
- Atualizada em

Os candidatos inscritos no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos ( Encceja ) já podem consultar os Livros do Estudante produzidos pelo Ministério da Educação especialmente para a avaliação, marcada para 25 de agosto. Nesta quarta-feira, o material foi disponibilizado no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Foto: Agência Brasil
Dividida entre ensino fundamental e ensino médio, a coleção é uma opção de estudo para quem deseja a certificação escolar. Ao contrário dos livros didáticos, o material trata das competências específicas que serão cobradas no exame. Exercícios para a melhor compreensão do conteúdo também estão disponíveis.

O Livro do Professor, que traz orientações para os profissionais envolvidos na formação de jovens e adultos, também está online . O volume traz capítulos com os eixos conceituais que estruturam o exame, assim como as matrizes de avaliação.

Criado em 2002, o Encceja surgiu para avaliar participantes que não estavam frequentando regularmente as escolas e pretendiam obter o certificado. Em 2017, o Ministério da Educação (MEC) decidiu adotar novamente o Encceja para a certificação do ensino médio, já que o Exame Nacional do Ensino Médio vem se consolidando como meio de acesso à universidade.

O ministério explica que as perguntas do exame são diferentes por que levam em conta o perfil dos candidatos, que não completaram os estudos e estão distantes das salas de aula.  "As questões são elaboradas para avaliar o conhecimento técnico-científico que faz parte dos currículos escolares por meio de situações-problema do cotidiano. Essa é uma forma de avaliar as competências dessas pessoas a partir do que aprenderam ao longo da vida, nas suas relações profissionais, sociais e culturais", diz o comunicado do MEC. No site da entidade, os alunos podem também consultar as provas de 2017 para tirar dúvidas e testar seu conhecimento.