Brasil

Infraero alerta que aeroportos só têm combustível até esta quarta-feira (23)

Falta de combustível é por conta da greve de caminhoneiros e bloqueio das distribuidoras

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A Infraero divulgou um relatório nesta quarta-feira (23) apontando que os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e os de Palmas (Tocantins), Recife (Pernambuco), Maceió (Alagoas) e Aracaju (Sergipe) só têm combustível suficiente para abastecer as aeronaves até hoje (23), por conta da greve de caminhoneiros e bloqueio das distribuidoras.

Ainda de acordo com o relatório, outros sete aeroportos têm combustível para um ou dois dias, no máximo. São eles: Santos Dumont-RJ, Goiânia-GO, Teresina-PI, Campo Grande-MS, Ilhéus-BA, Foz do Iguaçu-PR e Londrina-PR.

As informações são apenas para aeroportos administrados pela Infraero. Os que são gerenciados por empresas privadas não entram na lista.

Nesta quarta-feira (23), terceiro dia seguido, os caminhoneiros continuam protestando em rodovias federais e estaduais, além de principais vias em 23 estados do país mais o Distrito Federal. 

Confira a situação dos aeroportos da Infraero após o relatório:

Combustível até esta quarta-feira (23) - 5 aeroportos:

Congonhas (SP)
Recife (PE)
Aracaju (SE)
Palmas (TO)
Maceió (AL)

Combustível para mais um dia ou dois - 7 aeroportos

Santos Dumont (RJ)
Goiânia (GO)
Teresina (PI)
Campo Grande (MS)
Ilhéus (BA)
Londrina (PR)

Combustível suficiente para três dias ou mais

Joinville (SC)
São Luís (MA)
Navegantes (SC)
Manaus (AM)
Uberaba (MG)
Uruguaiana (RS)
João Pessoa (PB)