Tecnologia

Internautas encontram conteúdo pornográfico hospedado no site do Ingá

A Prodeb, que hospeda o site, retirou a página do ar para preservar a instituição e seguir com uma investigação

Kivia Souza (kivia.souza@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Virou polêmica no Twitter e o caso já está sendo investigado pelo Governo. Usuários de um fórum de discussão na internet teriam encontrado arquivos de conteúdo pornográfico em um diretório dentro do servidor do site do Instituto de Gestão das Águas e Clima (Ingá). Na manhã desta quarta (29) a Prodeb, empresa que hospeda o site, retirou a página do ar por conta da possível invasão de hackers.


"Foi identificado um bombardeio de acessos por conta desses conteúdos e retiramos do ar para preservar a instituição, e seguir com uma investigação para saber o que aconteceu de fato", disse a assessoria da Secretaria do Meio Ambiente. Foi informado ainda que uma nota será divulgada, na tarde de hoje, esclarecendo o fato e as medidas que serão tomadas.


O conteúdo foi divulgado por um ususário do fórum por volta das 20h da noite de ontem (28). Arquivos nomeados de "porno-video", sexy-schoolgirl0_big", "tecnica+de+orgasmo+feminino" e "velho-safado-pegando-netinha" estariam na pasta, em nome de Luiz Carlos Batista de Cerqueira, e indicariam de zoofilia a pedofilia. Em um site de relacionamentos profissionais, Luis Carlos Batista de Cerqueira aparece como Desenvolvedor Web da Instituto de Gestão das Águas e Clima, situação confirmada pela assessoria.


Músicas, livros em .pdf e até mesmo um trecho do filme “Amor, Estranho Amor”, com participação de Xuxa e Vera Fischer estariam hospedados no site.


CLIQUE AQUI E VEJA O CONTEÚDO DIVULGADO NO FÓRUMDIRETÓRIO DOS VÍDEOS EM NOME DE LUIZ CARLOS BATISTA DE CERQUEIRADIRETÓRIO COM MAIS ARQUIVOSNo Twitter, internautas criaram a hashtag #LuizCarlosBatistadeCerqueiraMITO para falar sobre o assunto. Um vídeo também foi publicado no youtube para satirizar a situação. Assista abaixo: