Tecnologia

IPTV é legal? Entenda a tecnologia que permite ver TV pela internet

Atualmente, no Brasil, a tecnologia IPTV tem sete opções legalizadas disponíveis com exibição de canais abertos ou pagos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Você já deve ter ouvido falar de IPTV, mas você sabe o que é uma IPTV? A sigla significa Internet Protocol Television (Protocolo de Televisão pela Internet, em português), que consiste na distribuição de sinais de TV via protocolo IP, ou seja, pela internet. Apesar de ser um formato de transmissão de TV pela internet bastante popular por ser muito fácil piratear canais que são pagos, a tecnologia em si não é ilegal. Atualmente, no Brasil, a tecnologia IPTV tem sete opções legalizadas disponíveis com exibição de canais abertos ou pagos.

Com o IPTV, você pode escolher o que e quando assistir seja pelo smartphone, computador, tablet ou televisão. A única exigência é ter uma boa velocidade de banda larga, caso contrário a reprodução dos conteúdos será prejudicada, o que resulta em lentidão e travamentos.

Como funciona a IPTV 

Diferentemente do que acontece na TV normal, onde o sinal é enviado através de ondas de rádio ou satélite e a antena converte o sinal recebido em um sinal elétrico e o envia para o decodificador (integrado na televisão ou externo) que o decodifica em sons e imagens, no IPTV os sinais digitais são transportados pela internet e pode ter dois tipos de programas: ao vivo e On Demand. Os programas são transmitidos enquanto são gravados e programas pré-gravados, que Ficam armazenados em um espaço da web até ser solicitado pelo usuário, respectivamente.  

Para usar o IPTV de forma legal, existem planos de assinatura e também alguns aplicativos com versão gratuita e paga na Play Store e na App Store - como o Kodi. No caso de uso em TV, se não tiver função Smart, é preciso ter um conversor (também conhecido como set-top box), que transformará o sinal recebido através da internet para que ele possa ser visualizado na tela. O set top box é oferecido pelos próprios fornecedores de IPTV ou podem ser adquiridos em lojas de aparelhos eletrônicos. 

IPTV e outros serviços de streaming (Netflix, Amazon Prime, entre outros)

Tanto na IPTV como nos outros serviços de streaming, a transmissão dos conteúdos acontece via internet. Além disso, nos dois serviços a programação fica armazenada em servidores e possibilita que o usuário solicite o conteúdo a qualquer momento e que durante o uso tem como pausar e retroceder a exibição. 

A principal diferença entre os serviços é que O IPTV  usa uma rede ou infraestrutura privada, que é gerenciada e fornecida pela operadora. Já os outros serviços vem de uma rede aberta e não gerenciada. Mas, no que isso implica ao usuário? Uma rede privada oferece um serviço de mais qualidade. 

O IPTV assegura vídeos de alta qualidade com menos interrupções, já que a rede de entrega de conteúdo é particular. O serviço também não necessita de uma instalação especial, apenas de um decodificador e internet de banda larga. Os usuários podem ter acesso aos canais de TV, filmes, séries e esportes. 

Serviços legais de IPTV no Brasil 

1- Claro Box TV: para usar, é preciso pagar uma taxa de adesão de R$ 250 e escolher um plano mensal - canais abertos (exceto Globo, SBT, RedeTV e Record) por R$ 20; canais abertos (exceto Globo, SBT, RedeTV e Record) e mais de 80 canais de TV paga por R$ 49,90; e canais abertos (exceto Globo, SBT, RedeTV e Record) e 120 mega de banda larga por R$ 119,99. Mais informações clique aqui

2- DirecTV Go: o serviço oferecido pela AT&T, que é dona da Sky no Brasil, conta com mais de 90 canais, incluindo emissoras abertas mais populares (Globo, SBT e Record), além de canais pagos da Globo, como Multishow, GNT, Globonews e Viva. O plano mensal custa R$ 59,90 ao mês e até dois dispositivos podem exibir a transmissão simultaneamente. Além disso, é possível adicionar mais conteúdos de entretenimento (filmes, séries, futebol, luta, etc). Mais informações clique aqui

3- Guigo TV: o serviço oferece 50 canais e os assinantes podem usar o Guigo em oito diferentes dispositivos, com até cinco transmissões simultâneas (sendo no máximo duas por canal). Tem plano básico, esportes, novelas, infantil e família, com valores entre R$ 7,90 e R$ 24,90. Mais informações clique aqui

4- Globoplay e Globoplay + canais ao vivo: a plataforma gratuita oferece sinal ao vivo do canal Futura e da Globo em algumas regiões do território nacional. Já o plano Globoplay + canais ao vivo custa R$ 49,90 por mês e inclui série, filmes e documentários e canais fechados (Bis, Gloob, Gloobinho, Globonews, GNT, Mais Globosat, Megapix, Multishow, Off, SporTV 1, SporTV 2 e SporTV 3, Studio Universal, Syfy, Universal e Viva. Mais informações clique aqui

5- Oi Play: serviço é oferecido junto com planos de celular e banda larga da OI e também de forma avulsa. No último caso, o usuário pode escolher entre o plano básico (canais Band, Record News, CNN, TV Cultura, TV Rá Tim Bum, Prime Box, Prime Music, Prime Travel, Fashion TV e FishTV) por R$ 6,90; e o plano avançado (canais Band, Record News, CNN, TV Cultura, TV Rá Tim Bum, Prime Box, Prime Music, Prime Travel, Fashion TV e FishTV, ESPN, ESPN2, ESPN Brasil, ESPN Extra, Paramount Channel, MTV, Nick Jr., Nickelodeon e Comedy Central) por R$ 19,90. Os usuários de ambos os planos também terão acesso ao conteúdo Coleção OI com filmes e séries. Mais informações clique aqui.

6- Plex TV: o serviço é gratuito e conta com 80 canais de TV, filmes e séries. Os usuários precisarão lidar com o aparecimento de anúncios durante a programação e com a falta de conteúdo em português. Para assistir, é necessário baixar o aplicativo que está disponível para iOS, Android, web, Chromecast, Apple TV, Android TV, Roku e smart TVs de diversas fabricantes. Mais informações clique aqui

7- Pluto TV: o serviço gratuito da ViacomCBS tem 24 canais ao vivo (entre eles Cine Sucessos, MTV Pluto TV, Investigação e Natureza) e conteúdo para streaming sob demanda. Todos os conteúdos estão disponíveis em português e há anúncios no meio da programação. Mais informações clique aqui