Economia

IR 2018: 3º lote de restituição está disponível; veja como investir

Considerando somente as restituições específicas de 2018, são contempladas 2.806.075 pessoas, no total de R$ 3,46 bilhões

Agência O Globo

O dinheiro do terceiro lote de restituições do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2018 (ano-calendário 2017) já está disponível para saque nos bancos nesta quarta-feira, dia 15. Neste grupo, estão contemplados 2.852.737 contribuintes, totalizando R$ 3,6 bilhões em devoluções (incluindo lotes residuais de anos anteriores). O crédito é feito na conta que foi indicada pelo contribuinte na declaração de ajuste anual. Confira abaixo algumas dicas de especialistas sobre o que fazer com o dinheiro.

Considerando somente as restituições específicas de 2018, são contempladas 2.806.075 pessoas, no total de R$ 3,46 bilhões.

Segundo a Receita Federal, neste lote restaram algumas pessoas com prioridade de recebimento: 5.493 idosos acima de 80 anos, 43.345 cidadãos entre 60 e 79 anos, 7.913 pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave, e 77.492 profissionais cuja maior fonte de renda é o Magistério.

Quem ainda não verificou se foi incluído nessa leva de devoluções da Receita Federal pode acessar o site ou ligar para 146. É preciso informar o CPF e a data de nascimento.

O que dizem os especialistas

De acordo dom Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), a primeira preocupação deve ser com as dívidas.

— Quem estiver com financiamentos ou dívidas no cheque especial ou no cartão de crédito, deve estabelecer uma estratégia para eliminar o problema. Essas devem ser as primeiras dívidas a serem combatidas, já que as taxas de juros são mais altas — diz.

Veja outras dicas abaixo:

Negocie essas contas antes de pagar, reduzindo ao máximo os juros e as multas. Combata as causas das dívidas e não o efeito, isso só é possível com educação financeira.

Já para os contribuintes que não têm dívidas, o ideal é investir o dinheiro, mas é importante que esse investimento esteja atrelado aos objetivos das famílias, caso contrário, o retorno poderá não ser tão interessante, causando até prejuízos.

Mesmo que os números mostrem um tipo de investimento vantajoso, vários fatores devem ser avaliados antes dessa decisão, dentre os quais estão o comportamento do mercado, que pode mudar de rumo com o passar dos anos e, principalmente, os sonhos e objetivos que se quer atingir com o dinheiro investido.

Investir apenas na linha que, aparentemente, tem a maior rentabilidade pode ser uma armadilha, levando até mesmo a prejuízos. E, já que o investimento deve ser atrelado a um sonho, é importante saber que devem ser, no mínimo, três: curto, médio e longo prazo.

Os de curto são aqueles que se pretende realizar em até um ano. Para esses, é interessante aplicar em caderneta de poupança, pois, quando necessitar, terá a disponibilidade de retirar sem pagar taxas, imposto de renda ou perder rendimentos.

É importante manter a calma e não tomar decisões por impulso. Também recomendo que se tenha uma reserva financeira extra para os imprevistos (para este, a poupança também é recomendada), pois geralmente, problemas acabam desviando o dinheiro dos sonhos de médio e longo prazo.

Se o dinheiro não estiver na conta indicada

Se a pessoa está incluída neste lote, mas o dinheiro não está depositado na conta indicada, é preciso procurar uma agência do Banco do Brasil ou ligar para a central de atendimento da instituição, por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Neste caso, o interessado pode agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer outro banco.

Correção do valor

A restituição do IRPF 2018 referente ao terceiro lote está corrigida em 2,58%, de acordo com a variação da taxa básica de juros, a Selic, de maio a agosto deste ano.

Nesta leva, também estão incluídas devoluções residuais dos exercícios de 2008 a 2017. Essas restituições são pagas com correções que variam de 10,41% a 104,70%, dependendo do ano.

Confira o calendário de pagamento das próximas restituições:


4º lote - 17/09/2018

5º lote - 15/10/2018

6º lote - 16/11/2018

7º lote - 17/12/2018

A consulta é sempre liberada uma semana antes