Salvador

Jorge Amado recebe título de Cidadão Benemérito da Bahia

A entrega do título será feita aos familiares de Jorge que residem na Bahia

Redação iBahia (redacao@potalibahia.com.br)
- Atualizada em

O escritor baiano Jorge Amado será homenageado pela Assembleia Legislativa da Bahia com o título de Cidadão Benemérito da Liberdade e da Justiça Social João Mangabeira. A proposta da homenagem foi do vereador estadual Álvaro Gomes (PcdoB) e aprovada na terça-feira (28), pelo colegiado.


Os livros de Jorge, muitos deles inspirados na cultura baiana, foram traduzidos para 49 idiomas, existindo também exemplares em braile e em formato de audiolivro. Entre as principais publicações, estão Mar Morto (1936), Capitães da Areia (1937), Cavaleiro da Esperança (1942), Gabriela, cravo e canela (1953) e Subterrâneos da liberdade (1954).


A entrega do título será feita aos familiares de Jorge que residem na Bahia. Uma cerimônia de concessão será preparada na Casa legislativa, com data ainda a ser definida pelo deputado.


As homenagens ao escritor não param por aí, a residência onde Jorge Amado viveu com Zélia Gattai, na rua Alagoinhas número 33, no bairro do Rio Vermelho, vai se tornar um memorial de visitação pública. O termo de cessão para o uso da casa será celebrado entre a Prefeitura e a família Amado na próxima sexta-feira (31), às 11h, na Casa do Rio Vermelho.

 

O Memorial Casa do Rio Vermelho – Jorge Amado e Zélia Gattai tem um grande acervo cultural, desde peças de decoração de artistas plásticos famosos como Carybé e Calazans até as cinzas do casal depositadas sob uma mangueira no quintal da casa.