Mundo

Jovem bate com taco de beisebol em pastor que disse que mulheres merecem ser estupradas

"A bíblia diz que não é certo ser gay, você precisa se arrepender de seus pecados", afirmava o pastor

Agência O Globo

Em um momento de sua pregação, o pastor Dean Saxton que estava em uma rua do Arizona, nos Estados Unidos, disse à uma mulher que ela "merecia ser estuprada". Revoltada com a situação, uma jovem de 19 anos bateu no religioso com um taco de baseball. A agressão foi gravada pelo próprio pastor.

Foto: reprodução

O vídeo, gravado em 2016, pastor aparece em frente a escola Apollo, condenando os membros da comunidade LGBT e alguns estudantes que lá estavam. Apesar dos jovens pedirem que ele fosse para casa, Dean se negava a sair e gritava mais ainda.

— Vocês são maus. Vocês são perversos. Vocês são o mal. — gritava Dean — A bíblia diz que não é certo ser gay, você precisa se arrepender de seus pecados. Vocês precisam parar de procurar coisas ruins na internet.

Em resposta, um dos estudantes disse que só poderia ser julgado por Deus, e logo depois, Dean recebe uma pancada na cabeça.

Após o episódio, a jovem , identificada como Tabitha Brubaker, foi acusada pela políicia de agressão e porte de drogas.

Veja o momento da agressão no vídeo abaixo a partir dos 7 minutos: