Mundo

Jovem recusa carro de presente, investe em empresa e fica milionária

Isabella criou o negócio sozinha, investindo os 350 dólares que ganhou como babá e usou dinheiro do carro como investimento

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em
Qual jovem não sonha em ganhar um carro dos pais ao completar a maioridade? O presente é quase um rito de passagem para a vida adulta. No entanto, há quem prefira utilizar o dinheiro do "mimo" para outros fins.

Aos 14 anos, Isabella Weems recusou o presente dos pais. Na época, em 2011, ela optou por usar o dinheiro para investir em um negócio próprio que a jovem já tinha em mente. Isabella criou o negócio sozinha, investindo os 350 dólares que ganhou como babá.
A Origami Owl, plataforma online de joias que, já tinha um quiosque em um shopping no mesmo ano do lançamento. As vendas foram impulsionadas pelo Black Friday, que aconteceu próximo a estreia da loja. De acordo com a revista Forbes, de 2013 para 2014 o lucro já ultrapassou o equivalente a R$ 585 milhões. Segundo a revista 'Glamour', hoje são quase 51 mil clientes que desenham suas próprias joias e depois as têm entregues em casa.“Começamos vendendo as joias em festas, shows de rua, e boutiques, depois passamos pro quiosque. A partir de então os produtos não pararam mais de vender. O melhor: recusei um carro aos 14 e hoje, aos 17, comprei com meu próprio dinheiro um jipe branco novinho, ao qual dei o nome de Alice”, contou a garota.