Mundo

Jovens ficaram presos em caverna por causa de 'ritual de iniciação'

Fontes oficiais informaram nesta quarta-feira (6) que um destacamento de dez soldados liderados por um médico militar acompanha os adolescentes e o treinador

Agência O Globo

O grupo formado por jovens jogadores de futebol e o treinador, presos em um complexo de cavernas de Tham Luang, na Tailândia, foi ao intrincado sistema subterrâneo como parte de um "ritual de iniciação", de acordo com um dos mergulhadores que os encontrou.

Foto: Reprodução

— Eles deixaram as mochilas e os tênis antes de entrarem, tentando chegar ao fim do túnel como um ritual de iniciação para jovens. Eles chegariam ao fim do túnel, escreveriam os seus nomes em uma pedra e retornariam - contou à Sky News o mergulhador holandês Ben Reymenants. — Uma forte e repentina chuva os deixou presos lá dentro — acrescentou.

O europeu, que tem escola de mergulho em Phuket, fazia parte do grupo inicial de resgate que chegou aos 12 adolescentes, com idades entre 11 e 16 anos, e o treinador na última segunda-feira, dez dias após serem declarados desaparecidos.

Fontes oficiais informaram nesta quarta-feira (6) que um destacamento de dez soldados liderados por um médico militar acompanha os adolescentes e o treinador. Os socorristas ficarão com o grupo até que a operação de salvamento seja concluída, disse Ruetaiwan Patisen, porta-voz das equipes de resgate.

Os jovens e o treinador ficaram 10 dias sem comer. Assim que recuperarem as forças, eles terão aula de mergulho com cilindros de ar para que possam finalmente deixar a caverna