Gente

Letícia Spiller fala sobre cuidados com o corpo: 'É quase que uma regra para quem é atriz'

Aos 45 anos, adepta da dança e da ioga, a artista pontua que o bem-estar interior é mais valioso do que qualquer “poção mágica”

Agência, O Globo

Não se sabe que fonte da juventude é essa de que Leticia Spiller parece desfrutar na vida real para estar cada dia mais linda. Agora, em “O sétimo guardião”, não é mistério para o público que Marilda, sua personagem, vem tomando banho nua nas águas milagrosas de Serro Azul.

Casada com o prefeito Eurico (Dan Stulbach), sem saber que ele é um dos sete guardiães da mina curativa e rejuvenescedora, a primeira-dama se vicia no poder de ficar eternamente jovem. Fora do fictício lago azul da beleza, a atriz admite, sim, que precisa se manter bem, até como parte de seu trabalho, mas não se considera uma escrava da vaidade.

"Tem que se cuidar, é quase que uma regra para quem é atriz da Globo, e que está sempre exposta. É como um atleta. De vez em quando, tenho meus momentos de enfiar o pé na jaca, comer uma torta, porque ninguém é de ferro. Sou louca por doce. Um chocolate 70% já dá aquela felicidade, e é saudável. O ruim é o açúcar, mas não consigo ficar sem. Preciso de um pouco para ficar ligada", explica Leticia.

Aos 45 anos, adepta da dança e da ioga, a artista pontua que o bem-estar interior é mais valioso do que qualquer “poção mágica”. Gostar do que faz e saber lidar com sentimentos negativos como raiva, inveja e orgulho são dicas preciosas para a longevidade.

"Eu bebo muita água, tenho boa alimentação, faço exercícios... Tudo isso ajuda a prorrogar os efeitos do tempo, que são inevitáveis para todo mundo. Mas eu lido bem com eles, tenho me preparado há algum tempo. E acho que tudo tem um limite, é preciso equilíbrio. O mais importante é buscar prazer nas coisas que a gente faz. Espelho é ilusão. Existe beleza também em pessoas com rugas, que têm história".

Foto: Divulgação

Na novela, o segredinho da mulher do prefeito não vai demorar para vir à tona. A aparência jovial de Marilda começa a despertar curiosidade no lugarejo, e piora com a chegada da irmã, Valentina (Lilia Cabral), à cidade, que logo dá um jeito de descobrir que poder rejuvenescedor é esse que faz Marilda, só um pouco mais jovem que ela, parecer bem mais nova. Encurralada pela vilã, a primeira-dama acabará entregando o ouro. E aí Valentina fará tudo para se apossar do terreno do casarão de seu ex-noivo, Egídio (Antonio Calloni), onde fica a tal fonte.

"A irmã tem vergonha dela. Marilda se sente rejeitada, mas tem esperança de que Valentina um dia a trate bem. Ela tem essa ingenuidade — avalia Letícia, que, na história, é a mãe sem noção de Geandro (Caio Blat) e Júnior (José Loreto)".