Comportamento

Mamães influencers: conheça a rotina e a história de Ju Paiva e Wine Daltro

Mamães relatam os detalhes da rotina, explicam a mudança na vida após a chegada dos bebês e falam sobre o sentimento maternal

Isadora Sodré (isadora.sodre@redebahia.com.br)

O dia a dia de uma mãe ao lado de criança ou de um bebê é muito agitado: dar comida, dar banho, brincar, amamentar, ficar atento a todos os passos para que não se machuque, colocar pra dormir, educar… Mas, imagine tudo isso somado a uma rotina de digital influencer? Juliana Paiva e Wine Daltro são algumas das mamães que, além de todos os afazeres com filhos, ainda compartilham a rotina da família nas redes sociais e fazem disso também uma profissão.

Ju Paiva e Wine Daltro deram alguns detalhes sobre a vida de 'mamãe influencer' (foto: reprodução/redes sociais)
Apesar de toda correria, as duas garantem: é prazeroso perceber que as pessoas se identificam com o conteúdo que é publicado e com a rotina. As mamães dividem os momentos de felicidade e ganham carinho como retribuição.

Mãe aos 28 anos de idade, a bailarina Juliana Paiva enfrentou a gravidez durante o período inicial da pandemia do novo coronavírus, onde tudo era muito desconhecido. Ou seja, as coisas não saíram exatamente como ela e o marido Dam Fernandes, também dançarino, haviam planejado.
'A minha gravidez foi um momento muito alegre e muito louco', disse Ju ao falar da gestação no período de pandemia (foto: reprodução/redes sociais)

"A minha gravidez foi um momento muito alegre e muito louco, sabe? Porque era o momento mais feliz da minha vida, mas não foi do jeito que eu sonhei. Queria dar à luz ao meu filho e ter todo mundo vendo ele naquele vidrinho da maternidade, mas não foi assim. Não pude ter a companhia da minha mãe naquele momento, só a de Dam mesmo na sala de parto”, contou a mãe do pequeno Fael.

“Lembro também do primeiro dia das mães que passei grávida, super sensível… Foi uma dureza. Não vi minha mãe, minha avó não pôde acompanhar a gravidez. Além disso, tive um parto delicado e um pouco prematuro, precisei ir pra UTI, fiquei bastante assustada”, contou Ju Paiva que, além do apoio incondicional de Dam, contou com a ajuda da mãe e da sogra logo nos primeiros momentos pós-parto.
Uma das primeiras fotos publicadas por Ju após o nascimento de Fael (foto: Reprodução/Redes Sociais)
Mas, o carinho e a expectativa dos fãs e dos seguidores, fizeram com que ela rompesse o medo e publicasse a primeira foto de Fael nas redes sociais. “Eles criam um laço, um carinho, um amor pela gente. Em um momento desse, tão especial, precisava compartilhar uma foto com eles. Após me estabilizar emocionalmente, comecei a compartilhar mais o nosso dia a dia, aos poucos, pois estava muito abalada com todo processo”, explicou a bailarina

E a rotina?
Em março deste ano, Wine Daltro resolveu sair do emprego que tinha na área administrativa do Martagão Gesteira porque viu nas redes sociais, no qual já tinha uma grande quantidade de seguidores, uma oportunidade de investir em um projeto próprio e, principalmente, acompanhar o crescimento filhinho Vicente de um ano e sete meses.
Wine resolveu se dedicar à vida de influenciadora digital para acompanhar de perto o crescimento do filho (foto: Divulgação)

“Antes de eu entrar no meu antigo emprego, eu trazia assuntos relevantes do meu dia a dia, da academia, mas nada profissional, era mais algo de dividir rotina e de ocupação de tempo. Só que isso foi ganhando uma proporção grande e bati 30 mil seguidores. Com a chegada da pandemia eu percebi que podia deixar isso mais profissional e ainda acompanhar o desenvolvimento do meu filho de perto”, explicou Wine.

Wine explicou que a gestação foi planejada e que precisou se sentir segura no mercado de trabalho para ter a certeza de quando queria engravidar. Após a decisão dela e do marido, no mês seguinte ela já estava grávida.

“Antes de ser mãe eu era muito ‘rueira’, eu ia muito pra festa, eu passava o dia todo trabalhando na rua… Após a chegada do meu filho, eu aprendi a amar ficar em casa com a minha família. Até no tempo que você tem pra descansar, você tem que dar atenção para o seu filho, você se doa 200%”.

Wine em um dos momentos da rotina de uma mãe de um recém-nascido (foto: divulgação)

Além de conciliar a vida entre as postagens e a rotina familiar, Wine admite que não é tudo que ela publica e compartilha nas redes sociais.

“Eu busco ter muita cautela, pois quem nos segue gosta de ter acesso a tudo, quer saber tudo, a pessoa te olha, te admira, confia no seu gosto… Em relação à maternidade, o que falo com minha assessora é: eu tenho um público feminino, que quer me ver falando sobre maternidade, mas não necessariamente eu preciso compartilhar os momentos da rotina do meu filho”, pontuou a mãe de Vicente.
Wine contou que busca ter cautela com o que publica nas redes sociais (foto: Divulgação)
Ju contou também que não publica os momentos em que o pequeno Fael está chorando. “Acho que nestes momentos eu preciso consolá-lo, tenho que dar ainda mais carinho e entender o motivo daquele choro. Então, não é uma coisa que eu vou querer tá filmando pra mostrar. O que eu filmo de Fael são coisas do nosso dia a dia, que consigo fazer com naturalidade”, pontuou.

A dançarina disse também que, após a gravidez e  a chegada de Fael, tanto o conteúdo, quanto a quantidade de postagens mudaram bastante ao longo do tempo.

“Além de publicar mais coisas sobre maternidade, o volume de postagens diminuiu porque não tenho uma babá, né? Somos eu Dam que fazemos tudo: a gente que desce no parquinho, que dá atenção… Claro que tenho a ajuda da minha mãe e da minha sogra, mas no dia a dia somos nós. Claro que o nosso fluxo de postagem não ia ser o mesmo, pois Fael demanda um nível de atenção gigantesca. Às vezes gravamos as coreografias enquanto ele dorme”, explicou a dançarina.
Ju revela que o conteúdo e a quantidade de postagens mudaram após a chegada de Fael (foto: Reprodução/Redes Sociais)

Quanto aos papéis de mãe e de pai na rotina, tanto Ju quanto Wine falaram: os pais cumprem o seu lugar na rotina e fazem tudo o que é preciso.

“A única coisa que Dan não faz é dar o peito, porque até mamadeira ele dá”, brincou Ju Paiva.

O encanto da maternidade

Diante de toda a vida que tinha antes da maternidade, Ju Paiva garante: “A gente fica pensando como viveu sem ele antes, sabe? A vida é outra, tem outro sentido, é o maior presente que Deus nos deu até aqui. É um amor que é indescritível. Eu fico realmente procurando palavras pra dizer o que é ser mãe”, ressaltou.

Para Wine, a maternidade é o resumo do amor universal. “É amar alguém mais do que qualquer pessoa  e do que a si mesmo. Quando você tem um filho você sente um amor que nunca sentiu na vida. Você aprende a criar, a ter paciência, você ganha uma força que você nunca imaginou que teria”, finalizou.