Maternidade

Maternidade: conheça os mitos e verdades sobre amamentação

Blogueira entrevistou a enfermeira Magali Tourinho para esclarecer as dúvidas

Nova Mãe

Redação Nova Mãe


Amamentar tem sido um tema recorrente entre as grávidas e mães. Seja pela sua importância nutricional, como criação vínculo, são principalmente as dificuldades e informações nem sempre verdadeiras que acabam gerando muita preocupação nas mamães, principalmente as de primeira viagem.

Foto: Divulgação

Existem muitas dúvidas e mitos em torno desse processo fundamental para o desenvolvimento do nosso bebê, e para falar sobre a importância da preparação das mamas entrevistamos a Enfermeira Magali Tourinho, Enfermeira Obstetra da Mamãe Home para esclarecer para nós algumas dúvidas e desfazer alguns mitos sobre o aleitamento materno.BlogNM – É necessário “preparar os seios” durante a gravidez? Isso faz alguma diferença na hora de amamentar?

MMH – A natureza é sabia e assim  como acontece uma preparação do corpo para receber o futuro bebê a mama também é preparada pelo próprio corpo da gestante. Porém, é muito importante fazer o que chamamos de pré-natal das mamas porque uma informação técnica de qualidade pode ser o diferencial para o sucesso da amamentação, além de evitar o desmame precoce. A preparação consiste primeiramente em a gestante conhecer as suas mamas e saber como funciona o processo de amamentação. A partir dessas informações é que será feito o que chamamos de preparar o seio para amamentação.BlogNM – Existem mamilos diferentes. É verdade que precisam ser avaliados e tratados de forma diferente?

MMH – Sim, existem alguns  tipos de mamilo: o invertido , o plano ou semi plano que podem tornar a amamentação mais trabalhosa e é durante este pré-natal das mamas que são feitas as orientações necessárias para ajudar no momento da amamentação. É iniciada então a preparação das mamas.BlogNM – E a cirurgia de redução de mamas dificultam a amamentação?

A cirurgia para reduzir os seios pode danificar nervos e as glândulas e ductos produtores de leite, tornando a amamentação mais complicada , no entanto os cirurgiões plásticos hoje em dia tem preservado ,o máximo possível os nervos , glândulas e os ductos produtores de leite.BlogNM – A prótese de silicone interfere na amamentação?

MMH – A colocação de prótese de silicone não atrapalha a amamentação porque não altera a glândula responsável pela produção do leite.  Pode-se colocar a prótese em várias posições – em baixo do músculo, em baixo da glândula ou em cima de uma película muscular – mas nenhuma delas interfere. Algumas técnicas de colocação, no entanto, são mais invasivas e, segundo alguns especialistas, embora não altere a produção do líquido, pode lesionar alguns ductos. É preciso lembrar ao cirurgião o seu desejo de amamentar.Existem também alguns mitos e dúvidas muito comuns, como de que meu leite é leite fraco ou não sustenta o meu bebê. O que você diz a essas mães?

MMH – Não existe leite fraco, existem fases do leite e em todas o leite é adequado sob o ponto de vista imunológico e nutricional. Muitas vem os primeiros sinais e notam um leite mais “ralo”. Mas esse primeiro leite mais “ralo, é absolutamente normal, pois é um leite com maior percentual de água, cuja função principal é a hidratação. Logo em seguida é produzido um leite mais denso, mais gorduroso. Por isso é importante que o bebê mame em cada peito o tempo suficiente para receber este leite.Existem mães com pouco leite?

MMH – O pouco leite pode ser  apenas uma percepção errônea da mãe ou pouco estímulo, pois se criança não mamar com uma técnica correta, ela pode ingerir menos leite e não esvaziar adequadamente a mama o que  poderá fazer com que a mama passe a produzir menos leite e a criança não fique saciada, inclusive fazendo intervalos menores entre as mamadas.O bebê sempre que chora quer mamar?

O choro do bebê é sempre interpretado como fome, porém esse choro pode ser causado por vários fatores, como algum desconforto do bebê ou simplesmente  uma forma de solicitar aconchego e proteção já que o mesmo não fala. É importante estar atentas a sinais que indiquem fome como colocar as mãozinhas na boca, fazer movimento de sucção e procura pelo peito da mãe.Magali Tourinho é Enfermeira Obstetra, especialista em Medicina Social e Educação em Saúde, Consultora  em Aleitamento Materno e responsável pelo Espaço Mamãe Home.Espero que tenham gostado e posso adiantar que vem mais novidades por aqui! Aguardem!Beijos,