Empregos

Mercado de Trabalho: o futuro e a carreira de profissionais de tecnologia

De meros coadjuvantes, os tecnólogos se tornaram protagonistas de uma nova era rotulada de "Digital"

Redação Catho


Redação Catho


A realidade da carreira em tecnologia mudou radicalmente. As possibilidades são tantas que chegam a gerar um desgaste extra na vida dos profissionais de tecnologia. De meros coadjuvantes, os tecnólogos se tornaram protagonistas de uma nova era rotulada de “Digital” cujo momento é pautado por uma revolução em todos os pilares das organizações e mesmo da humanidade.

É nesse cenário de turbulência e incertezas que diversas pessoas durante os eventos e sessões de mentoria me perguntam qual a carreira ideal que devem seguir no universo de tecnologia.

Não existe uma “bala de prata” que resolva este dilema. Talvez a principal questão nem seja o desenvolvimento tecnológico.

Do ponto de vista de tecnologia, é importante que o profissional se conecte com áreas relacionadas à inovação, como por exemplo a inteligência artificial, o Big Data, a internet das coisas, etc. E além disso, o que mais poderá ser feito para que seja um tecnólogo diferenciado?

Para isso destacaria três características que podem ser o grande diferencial neste cenário de revolução digital.

Propósito

Trabalhar sem um motivo maior do que apenas ganhar dinheiro acaba por gerar desgaste, descontentamento e infelicidade. Com esses adjetivos, com certeza o sucesso será mais difícil. Não trabalhe no modo automático. Encontre-se. Ache o objetivo maior da sua vida. Veja o que faz brilhar o olho e vá atrás.

Atitude

Mantenha o foco e persista. Defina os sonhos, projetos e objetivos. Para chegar neles, podem aparecer algumas “pedras” no seu caminho. Não desista. Procure os treinamentos, certificações, habilidades, etc, que poderão viabilizar o seu sonho. Como boa prática, escreva e deixe esses objetivos bem visíveis para que se lembre deles diariamente.

Foto: Reprodução

Flexibilidade

Seja suficientemente flexível para entender quando precisa mudar o curso da sua carreira ou até mesmo mudar radicalmente de área. O mundo está em constante mudança e nós precisamos ser rápidos para nos adaptarmos. Esteja sempre atento aos sinais do mercado e vá balanceando com as necessidades de desenvolvimento.

Acredito que com estas três dicas será possível olhar para um mundo atual caótico de um modo mais simples, permitindo resultados mais rápidos e gratificantes.

*Carlos Baptista é CEO da A & B Consultoria e Desenvolvimento Humano, empresa que desenvolveu o “Modelo Ágil Comportamental”.

Executivo de TI, com mais de 30 anos de experiência em tecnologia. Trabalhou na área de serviços financeiros para bancos comerciais em Portugal e Brasil. Apaixonado por inovação e ajudar no desenvolvimento das pessoas, compartilhando as experiências e aprendizados da sua vida de executivo em grandes organizações.Contato: carlos.baptista@andradebarros.com.br