Brasil

Mulher diz que levou soco durante briga em sessão de '50 tons de Liberdade'

Discussão começou por causa de lugares marcados na sala do cinema e jovem de 24 anos foi à polícia

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma jovem de 24 anos afirma que levou um murro de um rapaz durante uma discussão em uma sessão de cinema. As informações são do portal G1 Espírito Santo. O episódio aconteceu em Vitória, no Espírito Santo, na noite desta segunda-feira (19) e a confusão teria começado porque havia pessoas fora dos lugares marcados na sala.

(Foto: Arquivo Pessoal)

A sessão do filme 'Cinquenta Tons de Liberdade' foi interrompida por conta do tumulto e a rede Cinemark informou que as pessoas que causaram a confusão foram retiradas pelos seguranças do shopping.

A jovem agredida registrou um boletim de ocorrência,  passou por um exame de corpo de delito, e disse que já entrou com um processo contra o rapaz. Os outros envolvidos na briga são o suposto agressor, a mãe e a namorada dele.

(Foto: Aline Souza/Arquivo Pessoal)

A agressão
A mulher contou que chegou à sala de cinema e pessoas já ocupavam os lugares reservados por ela e uma amiga na hora da compra. Por conta disso, elas se sentaram em outros lugares. Como as pessoas foram chegando e seus lugares já estavam ocupados, houve confusão

Segundo a jovem, o agressor teria subido as escadas derramando refrigerante nas outras pessoas. Depois, teria agido com grosseria ao pedir para que uma pessoa desocupasse o lugar dele, o que iniciou a briga.

“Ele jogou um pacote de pipoca na minha cabeça, e nós começamos a discutir. Quando eu levantei para mudar de cadeira, ele jogou refrigerante na minha cara. Ele me agrediu verbalmente e eu também. Depois eu joguei pipoca nele”, relatou.

Cinemark
A rede de cinemas confirmou que houve uma discussão entre clientes por causa de lugares marcados na noite da última segunda-feira (19) e que a sessão precisou ser interrompida.
"No momento em que a gerente do complexo tomou conhecimento do fato, solicitou a presença dos seguranças do shopping, que retiraram da sala as pessoas que causaram o tumulto. O filme foi reiniciado. A rede lamenta o ocorrido", diz a nota enviada.