Mundo

Mulher é condenada a pagar 17 mil reais de multa após ofender homem pelo WhatsApp

Juiz se apegou a lei que afirma que qualquer pessoa que cometa difamação ou danos aos outros, em uso de dispositivos tecnológicos, pode ser condenada

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma mulher, de 32 anos, que não teve a identidade divulgada, foi levada à justiça e condenada depois de insultar um homem através do WhatsApp. Segundo o Daily Mail, o caso aconteceu em Al Qatif, no leste da Arábia Saudita.


O tribunal reconheceu que ela deveria receber 70 chibatadas e ainda pagar uma multa no valor de mais de R$ 17.00 pelo que fez. O juiz se apegou ao Artigo III da Lei de Crimes Cibernéticos do país, que afirma que qualquer pessoa ao cometer difamação e causa danos aos outros, em uso de dispositivos tecnológicos, pode ser condenada e a pena de prisão pode ser de até um ano e a multa pode chegar até R$ 430.000.


Alguns acreditam que o motivo pelo qual o governo tenta controlar o aplicativo seria por conta das leis rigorosas sobre como os homens e mulheres devem interagir no país.