Mundo

Namoradas são expulsas de carro do Uber após beijo no banco traseiro; veja vídeo

Mulher denunciou o motorista à Comissão de Direitos Humanos

Agência O Globo

Duas moradoras de Nova York, EUA, foram expulsas de um carro do Uber por um motorista revoltado ao ver as duas se beijando no banco traseiro do carro.

Na tarde do último sábado, Emma Pichl, de 24 anos, e Alex Iovine, de 26, que estão juntas há dois anos, estavam se dirigindo de uma festa em um bar, no bairro do Brooklyn, até East Village, onde participariam de uma outra comemoração.

De acordo com relato do casal ao "NY Post", elas estavam nas extremidades do banco traseiro do veículo. No meio da viagem, Emma e Alex se aproximaram e deram um breve beijo na boca. Cinco minutos depois, segundo Emma, o motorista parou o carro e se exaltou, dizendo: "Vocês não deveriam fazer aquilo, não deveriam!"

- E, então, ele abriu as portas do carro. Achei que ele estivesse brincando e Alex falou para mim: Não acho que esteja - relatou a americana.

O tom de voz do motorista, identificado como Ahmad El Boutari, subiu.

- Ele começou a gritar e a dizer que tínhamos sido desrespeitosas e impróprias com ele e que exigia que deixássemos o carro - disse Emma.

Na segunda-feira, a empresa Uber se desculpou pelo comportamento do motorista e disse que reembolsará o valor pago pelo casal. Um porta-voz da companhia disse que está investigando o caso e que "tomará todas as medidas apropriadas".

- Ficamos em choque, revoltadas e agitadas. Sempre pensamos que vivíamos em uma bolha onde a comunidade LGBTQ é bem aceita. Nunca pensamos que isso poderia acontecer conosco. É uma lição de que pode acontecer em qualquer lugar - comentou Emma.

Alex denunciou o motorista à Comissão de Direitos Humanos de Nova York.

A confusão foi filmada por Alex, que chegou a ser ameaçada pelo motorista por registrar a cena. Assista: