Empreendedorismo

No ritmo da folia: veja 5 dicas para empreender no Carnaval

Diretor de eventos e projetos da Associação de Jovens Empreendedores da Bahia lista alguns cuidados

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma das festas mais populares do país, o Carnaval costuma ser sinônimo de divertimento e curtição. Mas se, por um lado, a folia de Momo atrai uma parcela da população interessada em aproveitar o clima de badalação, por outro, esse também é um período em que empresários e empreendedores aproveitam para experimentar ideias, começar um novo negócio e ganhar uma renda extra.  A Associação de Jovens Empreendedores da Bahia (AJE Bahia) destaca que é preciso estar atento para aproveitar o embalo e enumera algumas dicas para os interessados em vender produtos e serviços nessa época carnavalesca.

1 – Deixe sua marca

Apresentar um produto ou serviço completamente novo está cada vez mais difícil, mas é preciso se diferenciar dos concorrentes, utilizando a criatividade. “Dá para aproveitar o carnaval, investindo na produção de acessórios, adereços e fantasias, assim como na customização de abadás”, avalia o diretor de eventos e projetos da AJE Bahia, Alisson Sobral.

2 – Surpreenda seu cliente

Os clientes estão cada vez mais exigentes, por isso é importante superar suas expectativas. Isso pode ser feito de duas formas. A primeira delas é agregando mais valor ao produto ou serviço prestado. “Um exemplo é a utilização de produtos biodegradáveis na confecção de adereços para o Carnaval ou levando mais comodidade ao seu cliente com a entrega do produto em casa”, contextualiza.  

De acordo com o diretor de eventos e projetos da Aje Bahia, a segunda maneira é na concepção do próprio negócio, produto ou serviço, trazendo solução para um problema ou maior comodidade em situações que o cliente não esperava. Um exemplo são os chamados “kits de sobrevivência” na folia, contendo protetor solar, garrafinha de água, viseira e uma barrinha de cereais.

3 - Cuidado com a logística

Muitas ruas e regiões da cidade ficam com acesso limitado, além de haver uma redução dos horários de funcionamento em diversas empresas. “Dessa forma, a logística e o estoque devem ser grandes pontos de atenção, para garantir que o funcionamento do seu negócio aconteça tranquilamente durante o carnaval, tendo produtos suficientes para atender seus clientes ao longo dos dias de folia”, orienta.

4 – Aproveite as tendências

No decorrer do ano, muitos produtos, serviços e negócios entram e saem de moda; no carnaval, não é diferente. Algumas dessas tendências chegam e se estabelecem, outras não. Por isso, de acordo com Sobral, o Carnaval é uma grande “vitrine” e representa uma excelente oportunidade para testar novas inserções no mercado, como drinques diferenciados, por exemplo.

5– Divulgue seu negócio

A divulgação é importante para potencializar suas vendas.  Nesse período, no entanto, a atenção do cliente está dividida com muitas outras informações. Por isso, é fundamental entender o comportamento do público para direcionar o melhor canal de comunicação a ser utilizado.

“Naturalmente, as redes sociais são as primeiras ferramentas a serem pensadas e utilizadas, mas outros canais, como a divulgação presencial e ações dentro da folia, também devem ser considerados, dependendo do tipo de produto ou serviço do seu negócio”, destaca Sobral.