Mundo

Nova lata de Coca-Cola chega ao mercado com aviso de redução do volume

Embalagem não apresentava aos clientes as informações básicas sobre a diminuição do conteúdo

Pollyanna Brêtas, da Agência O Globo


A Coca-Cola mudou a lata do refrigerante, informando que reduziu o volume de seu conteúdo em 11,5%. A nova embalagem do produto chega ao mercado pouco mais de um mês após a série de reportagens do EXTRA revelar que a empresa havia lançado um novo formato de lata contendo apenas 310ml, 40ml a menos que as tradicionais com 350ml. Apesar da redução do produto, o refrigerante estava sendo vendido a comerciantes pelo preço antigo. E o custo repassado ao consumidor. A embalagem não apresentava aos clientes as informações básicas sobre a diminuição do conteúdo. Agora, os comerciantes e os consumidores já estão recebendo o produto com as modificações.

De acordo com o Ministério da Justiça, quando há efetivamente uma substituição de embalagem, as empresas são obrigadas a informar as reduções nos pacotes, por, no mínimo, três meses. Por causa das reportagens, o governo chegou a informar que investigaria o caso.

Veja o que disse a Coca-cola:

Na ocasião da denúncia, por meio de nota, a Coca-cola Andina informou que “a lata de 350 ml continua como produto regular do portfólio e pode ser adquirida por qualquer ponto de venda. Atualmente, 83% dos restaurantes que compram diretamente conosco recebem a lata de 350 ml. Em junho, vendemos Coca-Cola em lata a 32 mil estabelecimentos clientes, inclusive restaurantes. Desse montante 24 mil clientes compraram a lata de 350ml. A lata de 310 ml é mais uma opção de embalagem e não está substituindo a de 350 ml”.


A nota dizia ainda que “cada embalagem traz claramente a informação da quantidade da bebida que contém, seguindo o nosso padrão e compromisso de transparência na rotulagem. E, no caso da 310 ml, o formato mais fino (slim) facilita ainda mais a diferenciação. A lata 310 ml foi desenvolvida para atender demanda das pessoas e do mercado por mais opções de embalagens menores e porções individuais. E vamos seguir com essa tendência, ampliando as nossas ofertas de produtos e de embalagens para atender aos diferentes desejos e momentos do consumidor”.