Cinema

'O Mágico de Oz' é o filme mais influente de todos os tempos, diz estudo

Clássico superou filmes com 'Star Wars' e 'Psicose'

Agência O Globo

Um estudo da Universidade de Turim, na Itália, revelou que o "O Mágico de Oz" (1939) é o filme mais influente da história do cinema, segundo publicou o " Independent ". O clássico americano com a icônica trilha sonora com "Over the Rainbow", foi considerado mais influente do que seus rivais mais próximos, "Star Wars" e "Psicose".

Foto: Reprodução

Os pesquisadores calcularam uma pontuação de influência para 47 mil filmes listados no IMDb (o maior banco de dados de filmes na internet). A pontuação foi baseada em quanto cada filme foi referenciado por produções subsequentes. Os autores descobriram que os 20 filmes mais influentes foram todos produzidos antes de 1980 e principalmente nos Estados Unidos.



Livio Bioglio, um dos autores da pesquisa, desenvolveu um algoritmo que utiliza citações entre filmes como uma medida de sucesso. O programa também pode ser usado para avaliar a carreira de diretores, atores e atrizes, considerando sua participação em filmes de maior pontuação.

"A idéia de usar a análise de rede para classificar os filmes não é completamente nova, mas, para nosso conhecimento, este é o primeiro estudo que usa essas técnicas para também classificar as personalidades envolvidas na produção de filmes", afirmou Bioglio, segundo o "Independent".

Aplicando o algoritmo a atores, em vez de filmes, Samuel L. Jackson, Clint Eastwood e Tom Cruise foram classificados como os três primeiros. A única mulher no "top ten" foi Lois Maxwell, que atuou como Miss Moneypenny na franquia de James Bond, o que levou os pesquisadores a observar a desigualde de gênero no cinema.

"As pontuações das atrizes mais bem cotadas tendem a ser mais baixas comparadas aos seus colegas do sexo masculino. As únicas exceções foram filmes musicais, em que os resultados mostram moderada igualdade de gênero e filmes produzidos na Suécia, onde as atrizes tiveram melhor desempenho em relação aos atores", disse Bioglio, segundo o site.

Os autores sugerem que seu método poderia ser usado para pesquisa nas artes e pelos historiadores do cinema. No entanto, eles advertem que os resultados só podem ser aplicados ao cinema ocidental, já que os dados sobre o IMDb são fortemente tendenciosos em relação aos filmes produzidos nos países ocidentais.