Casamentos

O que sai mais em conta no casamento: contratar banda ou DJ?

É necessário que as músicas sejam alinhadas com o profissional para que a festa não saia do contexto formal

Redação iBahia (casamentos@portalibahia.com.br)

Um item tão, ou mais importante que o bolo, pratos servidos, bebidas, bem casados entre outros serviços oferecidos em uma festa de casamento é a sonorização. E a boa escolha determina a vibração e animação da festa e o ambiente como um todo. Mas qual a melhor opção na hora de decidir quem vai ser o responsável por isso: DJ ou banda?


Caso a escolha for DJ é bom afinar com o profissional a playlist para que a festa não saia do contexto formal dado a um casamento ou ao perfil dos noivos. O espírito da festa e o comportamento dos convidados serão regidos também por essa escolha. Tanto o DJ como a Banda, possuem o mesmo objetivo, mas de um contexto diferente, podendo transmitir variadas sensações aos noivos e seus convidados para que momentos específicos se tornem inesquecíveis.

É necessário que as músicas sejam alinhadas com o profissional para que a festa não saia do contexto formal

Além é claro de embalar a festa de uma forma contagiante e com a cara dos noivos, porque o estilo musical escolhido virá do gosto dos noivos. Caso não possa contratar os dois, o DJ será uma forma, em sua maioria, mais econômica e trará variadas formas de conduzir a festa.


De forma que ele possa tocar por mais tempo que uma banda. Caso a escolha seja banda é bom afinar o tempo de contrato com a duração da recepção, uma média de quatro a seis horas, para não ficar sem música por longos tempos.


É sempre bom fazer uma pesquisa de preços e qualidade do serviço, paras que não haja surpresa enquanto o serviço que será prestado. Nesses casos peça CD, vídeos, indicações, referências de festas anteriores e escolha o que for melhor para sua festa.