Dança

‘O Quebra Nozes’: conheça os bastidores do espetáculo que será realizado neste domingo

A apresentação será realizada às 20h, na sala principal do Teatro Castro Alves

Isadora Sodré (isadora.sodre@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Quem assiste a um grupo de ballet internacional não tem a dimensão do que pode acontecer por detrás das cortinas.  Foi através desta curiosidade que o iBahia descobriu alguns detalhes dos bastidores do grupo Russian State Ballet, que irá apresentar o espetáculo “O Quebra Nozes” neste domingo (22). É a primeira vez que esta montagem é realizada no Brasil e Salvador é o primeiro destino do grupo russo este ano.

Foto: Divulgação
Mais de 50 pessoas – entre técnicos, bailarinos e produtores – fazem parte da companhia e colaboram para que a magia aconteça. Segundo Augusto Stevanovich, diretor do espetáculo “O Quebra Nozes” emociona do início ao fim, pois é um ballet com uma dinâmica diferente, já que tem dez solos de dançarinos, enquanto outros clássicos, como “A Dança dos Cisnes” tem apenas dois. “Outro fator que considero interessante é que o espetáculo encanta o público infantil e adulto”, afirma.

O corpo de baile, composto por 30 bailarinos, precisa chegar até quatro horas antes do espetáculo para praticar alongamento, o que garante a disposição para aguentar duas horas de dança e também evita possíveis distensões musculares. Além disso, são os dançarinos que cuidam das seus próprios cabelos, maquiagem e figurino. Eles chegam a trocar oito vezes de roupa durante o espetáculo, mas para isso contam com a ajuda dos produtores e técnicos e tudo é realizado da forma mais rápida possível.
Foto: Divulgação
Segundo Augusto, os bailarinos ficam encantados por Salvador, já que grande parte deles moram na Rússia, região conhecida pelo frio rigoroso. Em todo o grupo do Russian State Ballet, há apenas um brasileiro, o intérprete da companhia.  “Todos eles estão conhecendo o Brasil pela primeira vez, já que todo ano vem um corpo de baile diferente. Eles ficaram maravilhados quando veem o mar”.

Logística e cenografia
A cenografia, composta por tecidos pintados, foi inteiramente confeccionada à mão por um artista russo e, juntamente com o figurino, pesa 3 toneladas. E como carregar isso por todo o Brasil? O diretor do espetáculo diz que este processo conta com a colaboração muitas empresas aéreas para que tudo seja entregue no prazo correto.
Foto: Divulgação
“Só na parte de logística contamos com mais de 120 pessoas envolvidas direta e indiretamente com o processo. Depois da Salvador, iremos nos apresentar em Campinas no dia 24 de abril e no Rio de Janeiro no dia 25, por isso tudo tem que ser extremamente pontual”, pontua.

Quanto ao projeto, Stevanovich ressalta a importância de trazer espetáculos de outras nacionalidades para a Bahia e para o Brasil. “Mesmo com todo o trabalho, é sempre bom trazer a cultura de outros países para este país. No próximo semestre vamos trazer novos espetáculos”, conta.  


Serviço:

O que: Russian State Ballet
Quando: 23 de abril (domingo)
Horário: 20h
Local: Teatro Castro Alves
Espetáculo: ‘O Quebra Nozes’
Ingressos: Filas A a Z11– R$ 120,00 (meia) / R$ 240,00 (inteira)
Vendas: Bilheteria do teatro, SAC's dos Shoppings Barra e Bela Vista e site
Ingresso Rápido

Informações: 71 3003-0595
Classificação: Livre
Realização: Íris Produções