Mundo

O.J. Simpson deixa prisão após cumprir 9 anos de sentença

Condenado a 33 anos por roubo, assalto e sequestro, ex-jogador de futebol americano recebeu liberdade condicional

Redação Correio 24 horas

O ex-jogador de futebol americano, O. J. Simpson foi libertado neste domingo (1º) de uma prisão em Nevada, onde estava preso desde 2008. Ele foi detido acusado de assalto à mão armada, sequestro e formação de quadrilha quando tentava recuperar objetos pessoais seus. O júri não aceitou a versão do atleta e condenou ele e outras cinco pessoas envolvidas na emboscada. A liberdade condicional de uma sentença de 33 anos foi conseguida em jullho, mas só agora ele foi liberado. 

A audiência que concedeu a liberdade a ele não levou em consideração o julgamento dos anos 90, pelo assassinato de sua ex-mulher Nicole Brown e do seu amigo, Ron Goldman. Réu do chamado "julgamento do século", ele foi considerado inocente dessa acusação em 1995, após uma sessão que durou 13 meses, em Los Angeles, e ganhou grande repercussão midiática.

Aos 70 anos, O.J. Simpson está, segundo um amigo de longa data, "ansioso" para jogar golfe, ver colegas antigos e passar tempor com a família. Não dá detalhes sobre os planos futuros do ex-jogador, que deve se mudar para Flórida, onde tem amigos e família.

A procuradora-geral do estado, Pam Bondi, disse que se opunha à mudança. "Nosso estado não deveria se transformar em um 'country club' para este criminoso convicto", que representa "um perigo" para os cidadãos da Flórida, disse a procuradora em seu despacho.