Arte e Decoração

Pai/mãe de planta: saiba como usar cactos domésticos na decoração

Elementos trazem mais alegria e cor à casa

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Ser "pai" ou "mãe" de planta é uma das manias de brasileiro que está na moda. Não só pela questão de um certo apego, as plantas são usadas como decoração da casa. Uma das espécies que pode ser usada assim é o cacto, encontrada no semiárido brasileiro.

“Além do apelo estético, é comprovado a capacidade que as plantas tem de renovar a ‘energia’ da casa. Para isso, investir em plantinhas, principalmente em suculentas, pode ser uma boa escolha para começar a primavera com mais alegria e cor", destaca o arquiteto Márcio Barreto, que ainda sugere. "Pense na possibilidade de mesclar diversas espécies, trazendo mandacarus, caroa-de-frade e wachumas envoltos em pedrinhas de jardim para criar a decoração”, aconselha.

Márcio aconselha colocar os cactos em varandas ou cantos de janelas para a exposição de luz natural. É possível combinar diferentes formatos de suculentas com tons esverdeados, e o arquiteto explica que os cactos para uso doméstico permitem uma harmonia maior entre os elementos da casa, além de compor um jardim moderno e de tamanho maleável.

O diretor da Cactus, Marcelo Alves, diz que, para cuidar de seu cacto, não tem uma regra de quantas vezes molhar, mas que as regas devem ser feitas sempre que o solo estiver seco. Além disso, o solo deve ser adubado pelo menos de seis em seis meses. “Fora essas dicas, quanto mais luz direta ou indiretamente o cacto receber, melhor", completa o empresário.