Maternidade

Palestra gratuita em Salvador aborda endometriose como tema

Evento gratuito acontece em abril e é uma parceria de blogueira baiana com instituições

- Atualizada em

Nova Mãe

Redação Nova Mãe


No mês de conscientização sobre a endometriose, doença exclusivamente feminina, nós do Blog Nova Mãe estamos juntas com todas as mulheres que convivem com esta doença, pois sabemos que a endometriose é uma das principais doenças que tem impedido muitas mulheres de realizar o sonho da maternidade.Por isso, em parceria com a Clínica IVI Salvador, o Grupo de Portadoras da Endometriose – GAPENDI e o Hospital Memorial Itaigara, estamos apoiando a realização de uma Palestra sobre o tema, que reunirá diversos profissionais da área e que vai acontecer no dia 9 de abril, no auditório do Ed. Linus Pauling no Itaigara, em Salvador e é totalmente GRATUITA!

 

Sobre a Endometriose:

A endometriose é comumente conhecida pelas fortes dores durante o período menstrual e que podem aumentar com o desenvolvimento da patologia, que costuma levar vários anos para ser diagnosticada. Além das cólicas pacientes devem ficar atentas a sintomas como  aumento do fluxo menstrual, dores abdominais mesmo fora da época da menstruação e dor durante a relação sexual. A origem da endometriose ainda é desconhecida, porém os sintomas costumam ser característicos “A endometriose ocorre quando o endométrio, tecido que reveste a parte interna do útero e descama durante a menstruação, está presente em outras partes do corpo” explica Dra. Genevieve Coelho, diretora do IVI Salvador e coordenadora da agenda científica do evento.Os locais normalmente afetados pela endometriose são as Trompas de Falópio, os ovários, na cavidade pélvica e ligamentos que sustentam o útero, mas também pode atingir o reto e a bexiga, provocando dores gastrointestinais e urinárias. O tratamento da endometriose atualmente não oferece a cura e tem como prioridade reduzir os sintomas de dor e evitar o avanço da doença, que algumas vezes requer tratamento cirúrgico.Nem sempre a endometriose vai levar à infertilidade, mas portadoras de endometriose têm um risco elevado de desenvolver infertilidade, o que acontece com cerca de 30 a 50% das pacientes. “Em nossas clínicas cerca de 40% das pacientes em tratamento de reprodução humana têm endometriose”, comenta Dra. Genevieve Coelho, “provavelmente se elas tivessem conhecimento dessa patologia de forma precoce, poderiam ter engravidado naturalmente antes do seu avanço ou terem feito tratamentos mais simples para conseguir a gravidez”.Segundo Marília Marques, Coordenadora do Grupo de Portadoras da Endometriose (Gapendi) e que também é portadora da doença, “a endometriose é uma doença que mexe não apenas com o nosso físico, acarretando em fortes dores e redução da qualidade de vida, mas também afeta muito nosso emocional, principalmente, naquelas mulheres que nutrem o desejo de serem mães”.Inscrições para palestra gratuita sobre endometriose (vagas limitadas):Data: 9 de abril de 2016

Horário: das 8h30 às 13h

Local: R. Altino Serbeto de Barros, 119 – Pituba (Ed. Linus Pauling – térreo)

Inscrições: endometriose@ivi.es ou por telefone: (71) 3014 9999Mais informações clique aqui!>> Participantes terão acesso a consulta com especialista em reprodução humana do IVI Salvador com custos reduzidos.Sobre o IVI

Com sede em Valência, na Espanha, o Instituto Valenciano de Infertilidade (IVI) iniciou suas atividades em 1990. Possui mais de 40 clínicas em 10 países, incluindo Brasil, e é líder em medicina reprodutiva. O grupo conta com uma Fundação, um programa de Docência e Carreira Universitária.Inscrevam-se e compartilhem essa iniciativa! Beijos,