Comportamento

Para mulherada: sexóloga ensina tudo que você precisa saber sobre masturbação

De acordo com a sexóloga Danni Cardillo, esse é o momento para dar asas a imaginação - vídeo chamadas, filmes eróticos e brinquedos eróticos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Em tempos de distanciamento social, medida necessária para frear a disseminação da Covid-19, os solteiros estão tendo que investir nos momentos de intimidade consigo mesmo para alcançar o prazer. De acordo com a sexóloga Danni Cardillo, esse é o momento para dar asas a imaginação - vídeo chamadas, filmes eróticos e brinquedos eróticos, como vibradores. 

Para as mulheres, a sexóloga garante que investir em brinquedos eróticos pode possibilitar mais prazer do que se masturbar apenas com os dedos. 

Danni Cardillo ainda alertou para a lubrificação: "A lubrificação natural só ocorrerá com excitação. Então, recorra inicialmente um óleo de coco circulando pela vagina com o auxílio de um vibrador", explica a sexóloga, que afirma que a mulher pode atingir múltiplos orgasmos com a prática.

A sexóloga também ensinou como começar a praticar a masturbação sozinha: "Reserve de 30 a 60 minutos do seu dia para esse exercício. Tenha certeza de que estará sozinha sem risco de ser incomodada. Esse momento é seu. Comece dando se prazer como costuma fazer. Nessa primeira vez, comece encenando o orgasmo após ter-se dado prazer, mas antes de ficar muito excitada".

Confira cinco exercícios para que a prática seja prazerosa: 

1- Mova-se, contraia os músculos

2- Fique deitada, bem rígida, 

3- faça movimento pélvicos emitindo ruídos 

4- Se permita tudo que lhe pareça exagerado. 

5-Solte gemidos, arranhe, dê socos na cama, grite quanto mais exagerado melhor. 

"Se quiser pare de se masturbar ou continue enquanto encena seu “orgasmo”. Nas primeiras vezes, é provável que você se sinta desajeitada, mas ficará cada vez mais fácil com a prática. Lembre-se, a sua forma de atuar, não é o que apareceria numa situação natural, nem a que deveria ser. Nesse exercício, finja que você é a estrela de sua própria fantasia orgástica. No final de semana, acredite você estará mais segura de si e perceberá a ausência do medo, da crítica de se soltar, descobrindo que movimentos e sentimentos que você temia deixem de existir", completou.