Mundo

Peruana morre após o marido usar bomba-morteiro como brinquedo sexual

Interregado pela polícia, Ruben contou que não se lembrava muito bem do que havia acontecido na noite anterior

Agência O Globo

Ruben Valera Cornejo foi preso nesta semana sob acusação de homicídio após usar uma bomba-morteiro como brinquedo sexual na esposa, que acabou morrendo na residência do casal, em Arequipa (Peru).

Foto: Reprodução

Interregado pela polícia, Ruben contou que não se lembrava muito bem do que havia acontecido na noite anterior, já que os dois tinham consumido bastante bebida alcoólica. O peruano comentou que a esposa pedira que ele transformasse objetos da residência em consolos. Ele só percebeu a morte da companheira ao acordar pela manhã. A bomba-morteiro é uma arma leve de artilharia para alvos de curto alcance.

Agentes acharam sangue e pelos pubianos na bomba-morteiro. O objeto bélico estava numa bolsa com vibradores, que pertencia ao casal. Citado pela imprensa local, Javier Arana, chefe da polícia de Arequipa, comentou que o morteiro estava inativo e servia apenas como ornamento na residência.

Hemorragia interna foi apontada como a causa mais provável da morte. A bomba-morteiro tem 40,6cm de comprimento e 5cm de largura.