Mundo

Polícia invade hotel no Mali e libera reféns; pelo menos três morreram

Cerca de 80 reféns já foram libertados e três morreram, afirma a polícia local

Redação Correio 24h

Cerca de 80 pessoas feitas reféns por um grupo armado que invadiu um hotel de alto padrão na capital do Mali, no oeste da África, já foram libertadas pela polícia local após um cerco de cinco horas. Um tiroteio deixou vários feridos no local e, segundo a rede de TV estatal do país, ao menos três pessoas morreram - dois malineses e um francês. Ainda há reféns no hotel.


Os agressores foram identificados por fontes de segurança da região como "jihadistas". Alguns reféns foram liberados pelos próprios sequestrados após provarem que eram capazes de recitar passagens do Alcorão. Segundo a Rezidor, empresa que controla o hotel Radisson Blu, entre os reféns haviam 140 hóspedes e 30 funcionários.


A invasão se iniciou no sétimo andar do prédio, que tem 190 suítes. A administração do hotel divulgou que o ataque terrorista foi executado por apenas dois homens, que invadiram o hotel por volta das 7h locais (5h no horário de Brasília).


Eles teriam chegado ao local em um carro com placa de diplomatas. Já forças de seguranças do país informaram que cerca de 10 homens participam da ação.


Correio24horas