Comportamento

Pompoarismo é para todo mundo? Conheça os mitos e verdades sobre essa técnica

Em entrevista ao iBahia, a sexóloga e fisioterapeuta pélvica, Paula Milena Costa, explica que o pompoarismo é um treinamento da musculatura do assoalho pélvico

Luana Neiva* (luana.neiva@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Já ouviu falar no pompoarismo? Essa técnica milenar tailandesa, muito utilizada principalmente por mulheres, vai muito além dos benefícios para vida sexual. Em entrevista ao portal iBahia,  a sexóloga e fisioterapeuta pélvica, Paula Milena Costa, explica que o pompoarismo  é um treinamento da musculatura do assoalho pélvico. "Essa técnica é feita como se fosse uma atividade física nessa região, que fortalece a musculatura e ajuda a prevenir doenças e a tratar a incontinência urinária". 

A especialista listou os principais mitos e verdades sobre esse treinamento. Confira:

1. Pompoarismo aumenta o prazer? Verdade. Por ser um treinamento que reabilita o músculo desta região, ele ajuda em toda a função dessa musculatura, para aumentar o prazer sexual, melhorar a lubrificação e o orgasmo. Além disso, pode ser usado com ou sem acessório, pois tem pessoas que gostam de utilizar objetos como uma forma de potencializar e dificultar mais o treinamento.

2. Praticar pompoarismo tem restrições? Verdade. A prática não é indicada quando se sente dor no ato sexual ou ardência. É preciso procurar atendimento médico para tratar a disfunção primeiro antes de realizar o pompoarismo. Além disso, existe perigo se a técnica não só praticada da forma correta, por isso o ideal é buscar acompanhamento de um especialista. 

3. A vagina realmente tem três anéis? Mito. Normalmente, a vagina possui fibras musculares que podem ser contraídas de forma separada e isso traz a impressão que existe anéis. Porém, "são fibras que quando as mulheres treinam muito conseguem desassociar e fazer essas mexidas que é a coreografia do pompoarismo".

4. É uma prática exclusiva para mulheres? Mito. Os homens também podem fazer, pois trabalha o assoalho pélvico, a diferença é eles não tem utilizar acessórios como as mulheres. A prática vai atuar na prevenção de doenças, no controle do orgasmo, da ejaculação e até na melhora da ereção.

5. Precisa ter vida sexual ativa para praticar pompoarismo? Mito. Mulheres virgens também podem fazer o treinamento. "Na Índia é habitual que as mães ensinem as filhas e as indianas começam a praticar já aos 4 anos. A técnica não vem para apertar a vagina, vem para dar domínio e autoconhecimento". 

6. Com o pompoarismo, a vagina consegue expelir objetos? Verdade. As mulheres em níveis mais avançado do treinamento, conseguem expelir e puxa objetos, pois isso faz parte dos movimentos da técnica.

7. O homem consegue perceber os resultados da parceira que realiza o pompoarismo? Verdade. As mulheres conseguem massagear o pênis do parceiro.  "Os homens percebem a diferença sim, pois muda o jeito da penetração, por dar a impressão de mais apertada e mais sensível".

8. Praticando o pompoarismo direto o resultado vem logo? Verdade. "Como toda atividade física, o resultado vem com a disciplina, regularidade e constância. Além disso, o efeito é muito relativo de pessoa para pessoa, depende da dedicação, mas quem leva a sério normalmente com um mês de treinamento já percebe diferença". 

Fonte: 
Paula Milena Costa Souza - Fisioterapeuta pélvica e Sexóloga - Cref: 161434-F

*Sob supervisão da repórter Lívia Oliveira