Brasil

'Por pouco não morremos afogados', disse turista sobre parque aquático

Caso ocorreu em janeiro. Na época, o parque aquático respondeu que houve um 'bloqueio do fluxo de boias' em um dos toboáguas

Agência O Globo
- Atualizada em

Um dos brinquedos do Beach Park, em Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza, foi alvo de críticas em um site de avaliações turísticas em janeiro deste ano. De acordo com o autor da publicação, identificado apenas como "Maurício", a experiência foi a pior de sua vida. Na época, o parque aquático respondeu que houve um "bloqueio do fluxo de boias" em um dos toboáguas, mas que "a interrupção foi solucionada em alguns minutos e não houve danos graves em clientes ou funcionários".

No site TripAdvisor, um internauta identificado apenas como Maurício Z disse que estava no Beach Park com seu filho e um grupo de cerca de 15 pessoas. Quando foram no brinquedo "Arrepius", ele relatou ter passado por um "acidente horrível".

"As boias ficaram entaladas no tobogã, e outras pessoas foram chegando e engavetando suas boias com crianças. O salva vidas não sabia o que fazer, a água foi subindo, as pessoas gritando e bebendo água... Tivemos que furar as boias com os dentes para não ficar sem ar. Por pouco não morremos afogados dentro do tubo. Pois, a água demorou para ser desligada", escreveu o turista na crítica.

Para Maurício, os funcionários estavam "despreparados, sem fazer ideia de como proceder em caso de emergência".

"O gerente fez o possível para não fazermos escândalo e alarmar o ocorrido. Foi a pior experiência da minha vida. Meu filho está em choque. Todas as pessoas envolvidas foram embora traumatizadas", completou.

A equipe de comunicação do Beach Park respondeu ao relato do internauta, lamentando o caso e confirmando que "houve um bloqueio do fluxo de boias em um dos nossos toboáguas, ocasionando a parada de alguns clientes na metade do percurso de descida".

"A interrupção foi solucionada em alguns minutos e não houve danos graves em clientes ou funcionários. Lamentamos pelo ocorrido e estamos à disposição das famílias para qualquer eventual necessidade. Acontecimentos como esse não fazem parte da nossa rotina e as devidas medidas corretivas já estão sendo tomadas. Aproveitamos para informar que toda a nossa equipe de guarda-vidas possui o Certificado Americano em Salvamento Aquático, com licença internacional, disponibilizado pela companhia Jeff & Ellis Assiciates, uma das mais respeitadas e reconhecidas empresas do mundo nessa área. Agradecemos pelo seu feedback e nos colocamos à ordens para qualquer solicitação. Equipe Beach Park", publicou o parque.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) do Ceará, a polícia foi acionada para realizar perícia técnica após o acidente desta segunda-feira. Profissionais da Delegacia Metropolitana de Eusébio e da Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur) também estiveram no local realizando diligências. As investigações serão conduzidas pela Deprotur.

Em nota, o Beach Park confirmou o acidente em uma de suas atrações. O parque aquático informou que uma equipe de segurança fez o atendimento "de forma imediata", mas o visitante não resistiu à queda e morreu.