Previsão do Tempo

Por que está tão quente em Salvador? Especialista explica

A atuação de dois sistemas é responsável pelo "suor em bicas" a qualquer hora do dia na capital baiana

Naiá Braga (naia.braga@redebahia.com.br)
- Atualizada em

 É quase um consenso entre soteropolitanos e baianos que o verão é a estação mais esperada do ano. Dias mais longos, por do sol, praia, piscina e passeios ao ar livre são algumas das atividades preferidas para quem adora o sol "reinando", no entanto, as altas temperaturas dos últimos dias registradas na capital baiana e, em parte do Estado, renderam não só queixas, como memes e um questionamento mais profundo: "por que está tão quente?"

Foto: Reprodução/Instagram
O iBahia conversou com Heráclio Alves, meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) para saber se esse "calorzão" é normal. Em entrevista, o especialista explicou que a atuação de dois sistemas é responsável pelo "suor em bicas" a qualquer hora do dia. "Salvador e parte do nordeste da Bahia estão sob a influência de uma massa de ar quente seco. Esse sistema é ocasionado por um outro sistema chamado vórtice ciclônico de altos níveis, é um sistema que se forma na alta atmosfera e age da seguinte forma: a circulação de ar é da alta atmosfera para a superfície. Com esse movimento, ele reduz a formação da nebulosidade, que se forma com o ar de baixo para cima, e não de cima para baixo. E com isso, o tempo fica mais aberto sem nebulosidade e, como nessa época como as temperaturas são mais intensas, sem a chuva, mantém essa região com as temperaturas mais elevadas, que é o que tá acontecendo em Salvador e em parte do Estado", esclarece.


No entanto, o fenômeno atua de forma diferente em outras partes do Estado, o que provoca chuvas intensas, a exemplo do oeste, Chapada Diamantina e norte da Bahia e ainda diminui a chegada das frentes frias em solo baiano. "Nas bordas desse sistema, quando ele atua, ocorre bastante chuva, que é o ocorreu, por exemplo na região da Chapada Diamantina, no Norte, no Oeste, Sudoeste, mas no centro, que é o caso de Salvador, parte do litoral e o Nordeste do estado é onde não ocorrem chuvas. Outra coisa é que esse sistema é bloqueia o avanço das frentes frias do Sul do Brasil em direção à Bahia. Então elas ficam estacionárias ou semi estacionárias ou se desviam ao oceano e se dissipam e não conseguem avançar pelo Estado", define.

Foto: Reprodução/Twitter/Andredrs)

Ainda de acordo com Alves, esta semana em Salvador as temperaturas devem chegar à casa dos 34 graus, mas a sensação térmica, pasmem, pode chegar aos 36 graus no meio da tarde. A quantidade de nuvens e chuvas pode aumentar em Salvador na semana do Carnaval. "Essa semana a tendência é manter tempo aberto em Salvador, na faixa litorânea e até a divisa com Sergipe e Rio Grande Norte. Talvez, na próxima semana comece a diminuir a intensidade desse sistema e a nebulosidade e as chuvas voltem para Salvador e essas partes do Estado", finaliza.  Até lá então, não esqueça de se manter hidratado, opte por roupas e comidas leves e, é claro, redobre a paciência e o bom humor. Combinado?