Fitness

Pratica musculação? Veja alguns alimentos que ajudam no pré-treino

Confira aqui cinco tipos de alimentos que ajudam antes de ir para a academia

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A alimentação pré-treino ideal leva em consideração o tipo de treino executado, o tempo e a intensidade. Para cada tipo de treino existe uma indicação de refeição e suplementação pré-treino. Confira aqui cinco tipos de alimentos que ajudam antes de ir para a academia. 

1- Batata doce: Fonte de carboidratos complexos, é também uma excelente fonte de energia. Além disso, a batata-doce possui baixíssima quantidade de gorduras e é rica em minerais importante para a prática de exercícios físicos, como potássio, cálcio, fósforo e ferro. A batata-doce ainda é fácil de ser consumida e pode ser preparada de diversas formas. Para a maioria dos treinos, é indicado associar o consumo da fonte de carboidrato (no caso, a batata-doce) com uma fonte de proteína. Uma boa combinação para a batata-doce é o frango desfiado.

Foto: Divulgação
2- Lanches e sanduíches leves: Não dá para pegar pesado na alimentação pré-treino, pois isso pode causar desconfortos gastrointestinais que prejudicam seu desempenho físico. Por isso, sempre recomendamos alimentos mais leves e de fácil digestão. Os sanduíches são uma boa opção, pois são práticos, não precisam ser associdos com outros alimentos e podem ser levados a qualquer lugar. Exemplos: Lanche 1: Pão integral + uma fatia de queijo branco + peito de peru

Lanche 2: Tapioca + frango desfiado + ricota. É claro que você pode fazer substituições de acordo com a sua preferência, o importante é consumir alimentos que não provoquem desconfortos durante seu treino.

Foto: Divulgação
3- Banana: É uma das frutas preferidas de quem pratica esportes porque além de prática é rica em carboidratos, o que vai dar mais energia para o treino. Além disso, é rica em potássio – um dos minerais mais importantes para quem pratica atividade física. A deficiência de potássio pode causar cãibras, distensão abdominal, diminuição dos reflexos, etc. A banana possui uma quantidade razoável de fibras e, por isso, não é uma boa opção para algumas pessoas. As fibras demoram para serem digeridas e isso pode causar desconfortos gastrointestinais durante o treino. Nesses casos, é recomendado consumir a banana um bom tempo antes de treinar.
Foto: Divulgação
4- Ovos: Os ovos são uma ótima fonte de proteína e você pode prepará-lo de diversas formas – mexido, cozido, omelete, omelete de claras, etc. Uma preparação muito consumida hoje em dia é a crepioca (mistura de ovo com tapioca). A crepioca é um ótimo pré-treino porque além de possuir a fonte de proteína (ovo), também contém uma ótima fonte de carboidrato (tapioca).

Algumas pessoas podem pensar que isso não é indicado porque a tapioca tem alto índice glicêmico. No entanto, quando associada a uma fonte de proteína, seu índice glicêmico baixa, tornando-a uma ótima opção para o pré-treino.

Foto: Divulgação
5- Óleo de coco: O óleo de coco é uma boa opção de fonte de gordura no seu pré-treino, isso porque é formado por ácidos graxos de cadeia média, também conhecido como triglicerídeos de cadeia média (TCM). O TCM, quando consumido no pré-treino, pode aumentar energia, favorecer a redução de gordura corporal e tem até ação antioxidante. Porém, sempre deve-se levar em consideração a quantidade e o horário do consumo para evitar possíveis desconfortos. E esse é um caso bastante específico em relação à gordura. A maioria delas, como falamos no outro post, não são recomendadas para o pré-treino, pois possuem digestão muito lenta.